Páginas

21 maio 2011

Guarda Municipal busca agilizar o treinamento



Hoje completa uma semana do assassinato do guarda Marcelo Goulart Silva. O diretor da corporação, Adailton do Livramento, reuniu-se com o prefeito Manoel Bertoncini ontem para planejar os próximos passos em busca de mais segurança na cidade.
O assassinato do guarda municipal Marcelo Goulart Silva, 33 anos, completa uma semana hoje. Neste período, o restante dos profissionais recolheu-se e não atuará mais nas ruas de Tubarão até que a corporação não esteja devidamente aparelhada. Os guardas cumprem a escala de trabalho de forma interna na execução e elaboração de projetos.
Ontem, o tema segurança novamente pautou uma reunião, entre o prefeito Manoel Bertoncini, o secretário de segurança e trânsito, Toni Bittencourt, e o diretor da GM, Adailton do Livramento. E trouxe ânimo aos guardas. “O encontro foi muito promissor e altamente produtiva. O prefeito está do nosso lado, nos apoiou na decisão de não trabalharemos externamente enquanto não estivermos habilitados e armados”, reforça Adailton. Segundo ele, o prefeito já assinou a documentação necessária para a compra dos coletes e armas, e quer agilidade.
Até a próxima segunda-feira, o diretor da guarda irá à Florianópolis, na Academia de Polícia Civil (Acadepol), para tratar da data do curso que habilitará 27 dos 42 guardas a utilizarem armamento. Quinze já fizeram o curso, o guarda Marcelo era um deles. “Em virtude do que aconteceu, a guarda está recolhida. Não podemos correr o risco de os materiais chegarem e não estarmos preparados. A previsão inicial era realizar o curso em três etapas, vamos antecipar para todos fazerem juntos”, adianta.
Adailton entregou ontem ao prefeito o projeto Gabinete de Gestão Integrada, que juntará todas as esferas da área de segurança pública para buscar soluções. Um gabinete só pode existir se houver Guarda Municipal e um Conselho Municipal de Segurança. Desta forma, torna-se viável o recebimento de recursos da Secretaria Nacional de Segurança Pública (Senasp).
Como foi o crime
O guarda Marcelo Goulart Silva, 33 anos, foi morto na avenida Marechal Deodoro (beira rio), na quinta-feira passada. Os assassinos, após cometerem o assalto, manobravam o Fiat prata placas LWR-8304, de Capivari de Baixo, para fugir e bateram na motocicleta da GM usada por Marcelo.
De dentro do veículo, um dos bandidos disparou três tiros contra o guarda, que estava na calçada. Após o assalto, em menos de duas horas a polícia prendeu sete pessoas: cinco homens, uma mulher e um adolescente. Quatro deles tiveram envolvimento direto com o assalto. Todos foram presos.
OBS: INFELIZMENTE, EM TODOS OS MUNICÍPIOS ACONTECEM ISSO, SÓ DEPOIS DE UMA DESGRAÇA, E QUE CORREM ATRÁS DO PREJUÍZO, SÓ FALTA CULPAR O PRÓPRIO GM.
Fonte: amigosdaguardacivil.blogspot.com

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela sua contribuição.
Inspetor Frederico

Onde Encontrar os Livros? Clik no Banner

Fale Conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
Cidade
Estado



http://www.linkws.com