Páginas

21 novembro 2016

Senhor de Bragança e a Dinastia Afonsina

Estamos reunindo documentos (testamentos, certidões de nascimento e casamento e atestados de óbito), e demais informações seguras, para que num futuro próximo, possamos escrever parte desta história.

 No momento estarei disponibilizando uma previa da minha pesquisa.

















                                                                              *

                                                                         *         *

Árvore Genealógica Federico




Caso tenham informações adicionais e queiram contribuir, solicito que me enviem mensagens, bem como acessem o site:
http://www.myheritage.com.br/site-133186041/frederico

25 agosto 2016

Polícia prende traficantes de Curitiba que vendiam droga a caminhoneiros

24/08/16 às 08:29 - Atualizado às 16:23 Redação Bem Paraná com Blog Plantão de Polícia


Uma quadrilha especializada na venda de cocaína para caminhoneiros foi desarticulada nesta quarta-feira (24), durante a operação Têmis deflagrada pela Denarc (Divisão Estadual de Narcóticos) da Polícia Civil do Paraná. Dez pessoas foram presas preventivamente e uma está foragida. Foram cumpridos ainda 12 mandados de busca e apreensão.
Durante cinco meses de investigação, os policiais da Denarc monitoraram a ação desta organização criminosa, resultando na apreensão de sete armas, cerca de dois quilos de cocaína, 100 munições e cinco balanças de precisão, além de R$ 100 mil. Foram apreendidos ainda oito veículos utilizados pelos criminosos para distribuição de droga. A operação aconteceu em Curitiba e na Região Metropolitana.
“Aplicamos todas as técnicas policiais possíveis para desarticular essa quadrilha, provando mais uma vez que ao combater o tráfico de drogas, nós estamos combatendo crimes patrimoniais (furtos, roubos e receptação) e crimes contra a vida, além de manter a paz nas estradas”, afirmou o secretário da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Wagner Mesquita. O secretário defendeu ainda a necessidade de aplicação de um narcoteste a motoristas profissionais nas estradas.
DISQUE-COCAÍNA – A quadrilha agia principalmente em postos de gasolina, onde motoristas de caminhão costumam pernoitar, e na beira das estradas que cortam o País. Os criminosos montaram um disque-cocaína, com linhas telefônicas exclusivas para atender os caminhoneiros. De acordo com as investigações, a quadrilha vendia até 100 buchas de cocaína, chegando a arrecadar cerca de R$ 10 mil por dia.
O esquema funcionava assim: os caminhoneiros ligavam para os traficantes, pediam a cocaína e informavam onde estavam parados – normalmente em postos e na beira da estrada. Os criminosos então se deslocavam até o local indicado pelos motoristas e rapidamente faziam a transação.
“A ação da Denarc mais uma vez tirou de circulação dezenas de pessoas que colocavam em risco a vida de muitas pessoas, por vender drogas para profissionais da estrada”, ressalta o delegado-geral da Polícia Civil, Julio Reis.
QUADRILHA – O homem apontado como chefe da quadrilha é Onéias Krupnitski, 30 anos, conhecido como “Escobar” ou “Neínha”. Ele está preso na Penitenciária Central do Estado (PCE), acusado de dois homicídios e tráfico de drogas. De dentro da carceragem, ele comanda as ações dos traficantes.
O braço direito dele era a universitária Mariane de Freitas Dubiela, de 20 anos. Ela é namorada de “Neínha” e está grávida de oito meses. Mariane é quem comandava as ações dos traficantes nas ruas – cumprindo as ordens do namorado. A estudante foi presa em casa. O dinheiro era usado para construir uma casa em Fazenda Rio Grande, na Região Metropolitana de Curitiba. A residência está quase pronta e é lá que Mariane iria viver com o filho.
Sidnei Alexandre, de 29 anos, vulgo “Sidão” ou “Neguinho”, é outro braço direto de “Neínha”. Ele é apontado pela Denarc como gerente da quadrilha. Recentemente, “Sidão” encontrou uma outra forma de vender cocaína. Ele abriu uma casa de prostituição em São José dos Pinhais – que foi alvo de busca pelos policiais da Denarc. Além de tráfico de drogas e organização criminosa, ele também responderá pelo crime de lavagem de dinheiro e favorecimento à prostituição.
A delegada-adjunta da Denarc Camila Cecconello, responsável pela investigação, pediu ao Poder Judiciário o bloqueio da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) de dez motoristas de caminhão flagrados na operação comprando cocaína. “Pedimos os bloqueios das CNH pelo risco que os caminhoneiros expõem outros motoristas ao trafegar sob efeito de cocaína pelas estradas do País”, disse a delegada. O Poder Judiciário ainda não se manifestou.
As pessoas presas durante a operação Têmis responderão pelos crimes de tráfico de drogas, organização criminosa, lavagem de dinheiro e associação para o tráfico, além de outros crimes.
A ação policial foi deflagrada às 6h desta quarta-feira (24) para cumprir 23 mandados judiciais – sendo 11 de prisão e outros 12 de busca e apreensão. Participaram da operação cerca de 50 policiais da Denarc de Curitiba e do interior do Paraná, além de guardas municipais de São José dos Pinhais. A operação contou com o apoio do GOA (Grupamento de Operações Aéreas) da Polícia Civil.

Fonte: https://www.bemparana.com.br/noticia/461089/policia-prende-traficantes-de-curitiba-que-vendiam-droga-a-caminhoneiros

24 agosto 2016

Guardas municipais são capacitados para atuar em situações de risco

Formatura ocorreu nesta terça-feira (23). Profissionais podem atuar como agentes da Defesa Civil.
23/08/2016 17:28:33 - Atualizado em 23/08/2016 17:17:17
Jhulian Pereira /Profª orientadora Marli Vitali (SC0903JP)
Mais de 15 profissionais da Guarda Municipal de Criciúma receberam nesta terça-feira (23), em solenidade realizada na Associação dos Municípios da Região Carbonífera (Amrec), o certificado de conclusão de curso de formação para agentes da Defesa Civil Municipal.
Preparados para enfrentar situações de risco, os guardas municipais participaram de atividades de combate a incêndio, rapel, resgate em locais íngremes e resgate aquático. “Ficamos felizes em concluir este treinamento, aprimorar técnicas e poder, futuramente, ajudar as pessoas”, afirma o gerente de operações da Guarda Municipal, Marlon Machado.
Conforme o coordenador da Defesa Civil de Criciúma, Robson de Lima, a capacitação contou com aulas teóricas e práticas. “Esse era um desejo antigo que tínhamos. Os treinamentos contam com carga horária de 20 horas e foram realizados em julho. Agora, com guardas municipais capacitados, vamos fortalecer o trabalho de prevenção realizados nas comunidades”, ressalta.
Projeto Guardião Mirim 
Além da formatura dos guardas municipais, a Defesa Civil de Criciúma realizou o lançamento do programa Guardião Mirim. Desenvolvida em parceria com a Guarda Municipal, a proposta visa capacitar funcionários e alunos da rede municipal de ensino no combate a incêndio e primeiros-socorros.
O projeto cumpre a Lei Municipal 6.283, de 2 de agosto de 2013, que defende a obrigatoriedade da realização de cursos de primeiros socorros e prevenção de acidentes a, pelo menos, um funcionário de escolas, creches ou centro de educação infantil instalados na cidade.
“O Guardião Mirim é uma semente que estamos plantando para conscientizar, em primeiro lugar, as crianças. Muitos não sabem o que fazer em situações críticas e acabam gerando mais transtornos. Criamos um plano de ações emergenciais e vamos explicá-lo nas escolas”, comenta Lima.
*Jhulian Pereira é acadêmico de Jornalismo Satc.
 
Fonte: http://www.portalsatc.com/site/interna.php?i_conteudo=24436&titulo=Guardas+municipais+sAao+capacitados+para+atuar+em+situaA%C2%A7Aoes+de+risco+

Guarda opera com sistema de comunicação digital militar

Centro reúne informações da GM e monitora toda cidade através de câmeras instaladas em locais de grande fluxo de pessoas e patrimônios público

23/08/2016 09h51
 
Guarda Municipal trabalha com sistema digital moderno implantado em parceria com Exército. (Foto: A. Frota)
A Guarda Municipal de Dourados (GMD) já opera um moderno sistema digital de comunicações, implantado em parceria com a 4ª Brigada de Cavalaria Mecanizada do Exército, que tem sede em Dourados, e fazendo parte do Sistema Nacional de Comunicações Críticas.
Dourados é uma das primeiras cidades do Brasil a integrar o programa. Com isso, a Guarda Municipal já recebeu e opera 10 rádios base, instalados na central e em viaturas, 26 rádios portáteis (tipo HT) e ainda todo o sistema de software necessário para a gestão do sistema no Centro de Comunicação e Monitoramento (Cecom) da Guarda.
De acordo com o comandante da Guarda, João Vicente Chencarek, os equipamentos já foram instalados por técnicos da 14ª Cia Com Mec (Companhia de Comunicações Mecanizada) de Dourados. Essa mesma Organização Militar fará a manutenção dos equipamentos.
Vicente explica que a integração dos equipamentos será feita pelo sistema de antenas da 4ª Brigada, que cobre a cidade de Dourados. "É um sistema de comunicações inúmeras vezes superior ao que tínhamos; opera por um moderno sistema de comunicações militares, que permite a aplicação de uma série de interfaces", explica o comandante.
O ganho em termos de resposta ao atendimento é muito grande, segundo Vicente, uma vez que todo o sistema é digital, não havendo perda na comunicação. "Com a melhoria do serviço a comunidade ganha obtendo resposta mais rápida no momento em que aciona a Guarda", acrescenta. "Como a Guarda Municipal está muito organizada em termos de documentação, organização e estrutura, encaminhamos a proposta e somando-se à determinação do prefeito Murilo, do Comando da Brigada e do Comando da 14ª Cia Com Mec, conseguimos a parceria, que é muito importante para Dourados", afirma Vicente.
O trabalho começou na gestão do General Rui Yutaka Matsuda na Brigada e persistiu com o General Lourenço William da Silva Ribeiro Pinho, atual comandante. O comandante da 14ª Cia Com Mec é o Major Plácido Garcia Travassos dos Santos. "A boa relação existente entre a Guarda e o Exército também foi fundamental para o fechamento da parceria", diz Vicente.
O sistema de comunicações da Guarda Municipal também está mais eficiente a partir da operação do Centro de Comunicação e Monitoramento (Cecom), que fica no Comando da Guarda, e já está em funcionamento.
Do Cecom é feita a coordenação e gestão de todo o sistema de comunicações da Guarda e também o monitoramento da cidade pelo sistema de câmeras instaladas em locais de grande fluxo de pessoas e patrimônios públicos. Hoje a Guarda tem 13 câmeras em operação, mas o projeto é para 70, com possibilidade de extensão para mais câmeras. Parte, 20 delas, virão do projeto "Craque; é possível vencer", em parceria com o Governo Federal. O sistema da Guarda também será integrado com as câmeras de vídeo monitoramento urbano que o Governo do Estado tem em Dourados, desta forma tanto o município como o Estado terão acesso às imagens do CECOM, aumentando ainda mais a sua abrangência no controle e apoio a segurança pública.
Hoje, segundo Vicente, em termos de estrutura, legislação e atribuições a Guarda Municipal de Dourados se destaca a nível nacional. "Quando foi publicada a Lei 13.022/14, que regulamenta as guardas municipais do país, a gente já estava bem avançado e tivemos que fazer poucas adaptações", lembra. "Temos também um ótimo plano de cargos e carreiras; com o concurso realizado pela atual administração teremos um aumento do nosso efetivo podendo desta maneira melhorar nossa abrangência, proporcionando mais segurança a nossa população douradense".

Fonte: http://www.progresso.com.br/dia-a-dia/guarda-opera-com-sistema-de-comunicacao-digital-militar
 

Primeira turma do Grupamento Feminino da Guarda Municipal de Jundiaí completa 25 anos

Arlete
Publicado em 22 agosto, 2016 | por Portal Jundiaí Notícias
1

Primeira turma do Grupamento Feminino da Guarda Municipal de Jundiaí completa 25 anos

A Guarda Municipal conta com um efetivo de 379 integrantes, dos quais 39 são Guardas Femininas. A primeira turma de Guardas Femininas ingressou na corporação em 19 de agosto de 1991, completando no último dia 19 deste mês, 25 anos. Desde sua criação, passaram por diversas mudanças para se adequarem com a nova função, os uniformes, armamento, alojamento, escala de trabalho, entre outras mudanças que foram feitas para as novas Guardas.
Ao todo foram 25 GMFs que integraram a 1° turma de Guardas Femininas, Tereza, Arlete, Bielça, Alzira, Isis, Solange, Regina, Márcia, Lorente, Estela, Olga, Rosana, Hilca, Edwirges, Cássia, Lucia, Vera, Lígia, Mônica, Marisene, Edna, Marisa, Rose, Adriana e Eliana. Destas, 12 permanecem trabalhando na Guarda Municipal, 06 saíram da corporação para seguir outros caminhos e 07 aposentaram.Edwirges e Estela
Transformações – hoje as Guardas estão habilitadas em todos os setores da Corporação, como  Canil, Apoio Tático, Controle Operacional, Ronda Escolar, Administrativo, Serviços Social,  entre outros setores.
Claudio Ferigato (Inspetor da Guarda), elogia as colegas de serviço, “elas são esposas, amigas e na Guarda usam farda e atuam com bravura sem tirar o salto alto”.
GMF Arlete – “Quando entrei na Guarda foi difícil, na época existia preconceito e os guardas falavam “é menininha, é patricinha”, a concorrência era enorme, mas nós quebramos os paradigmas.”
“Durante estes 25 anos enfrentei algumas dificuldades e hoje vejo que a população admira as Guardas Femininas, pois nos tratam com muito respeito e sinto muito orgulho de fazer parte desta corporação” – finalizou.
A Guarda Municipal parabeniza as Guardas que fazem parte desta geração de desbravadoras.
A Guarda Municipal de Jundiaí está à disposição da população através dos telefones 153 e 4492-9060.

Fonte: http://jundiainoticias.com.br/portal/2016/08/primeira-turma-do-grupamento-feminino-da-guarda-municipal-de-jundiai-completa-25-anos/

22 agosto 2016

Guarda Municipal começa seleção interna para uso de arma de fogo

Prova objetiva acontece hoje na Escola Arlindo Lima

Leonardo Rocha
A Prefeitura Municipal de Campo Grande inicia neste domingo (21), a partir das 8h, o processo seletivo dentro da Guarda Municipal, para a escolha daqueles que irão usar porte de arma na corporação. A primeira fase se trata da prova objetiva, que será realizada na Escola Municipal Professor Arlindo Lima, área central da Capital. A prova terá duração de 4 horas.
Guarda Municipal começa seu processo seletivo para porte de arma na Capital (Foto: Divulgação - SCS/PMCG)
 Esta seleção irá capacitar 180 guardas civis municipais para uso de porte de arma. Segundo a Prefeitura, a Secretaria Municipal de Segurança Pública vai fazer a aquisição de mais de 200 coletes balísticos, que serão distribuídos para Guarda Municipal, na atuação da atividade de patrulha preventiva.
A Guarda Municipal já foi contemplada com 275 revólveres entregues pela Polícia Militar, que depois da conclusão do curso, serão distribuídas para os guardas que chegarem ao fim da capacitação. Eles irão receber um kit com revólveres e coletes básicos.
A corporação também já tem um sistema de comunicação de rádio digital, para facilitar a comunicação interna e agilizar os atendimentos.

Fonte: http://www.campograndenews.com.br/cidades/capital/guarda-municipal-comeca-selecao-interna-para-uso-de-arma-de-fogo

 

Projeto da Guarda Municipal de Uberlândia segue indefinido

Depois de ser rejeitado duas vezes pela Câmara de Uberlândia, o Projeto de Lei (PL) que cria a ainda não tem previsão para ser reformulado ou revisto por vias judiciais, pois a Procuradoria-Geral do Município aguarda a devolução do projeto para o Executivo antes de tomar as providências cabíveis. Segundo o procurador-geral do Município, Adir Cláudio Campos, o Legislativo apontou vícios de inconstitucionalidade na matéria, mas não deixou claro quais seriam. “Em nossa visão, a Câmara cometeu uma ilegalidade muita clara porque não apreciaram o mérito do projeto, se era conveniente ou não a criação da Guarda Municipal. Questionaram por não conter a previsão orçamentária, por exemplo, o que não era obrigatório nesse momento”, alegou. Agora, a Procuradoria-Geral vai avaliar se há validade jurídica no ato de a Câmara ter devolvido o projeto sem tê-lo votado, fato que em 30 anos não ocorria segundo o procurador. Dessa forma, deve recorrer à Justiça para fazer com que o projeto entre em pauta novamente. Outra barreira que impossibilita a resolução do projeto é quanto ao período eleitoral, já que o projeto não pode ser votado por enquanto e o departamento assegurou que não tomará nenhuma decisão que possa expor a administração a eventuais controvérsias eleitorais. Concurso O impasse fez com que as vagas previstas no concurso público fossem retiradas do edital. Adir esclareceu que se trata de uma observação legal porque o edital, como ato administrativo, não pode prever preenchimento de novos cargos sem antes terem sido criados por lei. Anteriormente, havia sido divulgada a concorrência pública para o de 94 cargos. No edital publicado na semana passada, o concurso passou a ofertar 643 vagas. O concurso está em fase de homologação e as inscrições serão abertas no dia 14 de outubro, a partir das 9h. Rejeição dupla As primeiras informações sobre a Guarda Municipal em surgiram em maio de 2015, quando o superintendente de Defesa Social de Uberlândia, José Pacheco, participou de uma reunião em Uberaba para saber como funcionava a guarda na cidade. Em outubro do ano passado, a Prefeitura enviou à Câmara Municipal o Projeto de Lei que propunha a criação dela. O Executivo esperava que a proposta fosse debatida e votada pelos vereadores até o fim de novembro, porém, de acordo com a Casa, a proposta não foi votada pois os vereadores exigiam algumas emendas no projeto. No dia 1º de junho de 2016 o projeto voltou a ser debatido em sessão ordinária, contudo, não foi votado. O Legislativo retornou o PL para o Executivo e, no dia 7 de junho, o prefeito Gilmar Machado (PT) disse em entrevista coletiva que não fez alterações na proposta, pois a mesma não tinha irregularidades e a devolveu à Câmara para apreciação e votação.  

Fonte: http://g1.globo.com/minas-gerais/triangulo-mineiro/noticia/2016/08/projeto-da-guarda-municipal-de-uberlandia-segue-indefinido.html

GCM tem comandante mulher

Yara Ferraz
Do Diário do Grande ABC

Denis Maciel/DGABC  Diário do Grande ABC - Notícias e informações do Grande ABC: Santo André, São Bernardo, São Caetano, Diadema, Mauá, Ribeirão Pires e Rio Grande da Serra
A primeira mulher comandante da GCM (Guarda Civil Municipal) de São Caetano teve o primeiro dia à frente da corporação ontem. Vanessa Herrera Pacheco, 37 anos, está há 17 na carreira e, após quase dois anos atuando como subcomandante, ela destaca que o principal plano para os próximos meses é a intensificação nas operações.
Filha de policial militar aposentado, que já comandou a 3ª Companhia na cidade, ela afirmou que o interesse pela Segurança sempre foi presente. Porém, foi após lesão no joelho que Vanessa decidiu prestar o concurso. “Meu pai era tenente e meu irmão também é PM. Apesar de admirar, eu era atleta e praticava salto com vara e futebol. Machuquei o joelho com 17 anos e não consegui ter o mesmo rendimento. Ele (o pai), que hoje mora no Interior, ficou muito feliz e emocionado quando contei do novo cargo.”
Conforme dados da SSP (Secretaria de Segurança Pública), em junho, houve redução de 15,49% nos roubos em geral e de 14,29% no roubo de veículos na cidade. Os furtos tiveram alta de 3,85% e 10,42%, respectivamente. “O índice de furtos é mais alto, mas vem diminuindo. O roubo é nossa prioridade porque atenta contra a vida.”
A primeira mulher no comando afirmou que nunca houve situação de desrespeito direto. “Mas eu já senti que algumas pessoas tinham preconceito, mesmo sem falar nada. Hoje, acredito que esse seja problema menor. As mulheres estão mais interessadas em participar e as que entram aqui têm postura que impõe ainda mais respeito que os homens”, contou.
Atualmente são 70 mulheres na guarda e 340 homens. O número é mantido desde 2015. A partir de outubro, com a formação de 26 alunos, vai somar mais quatro mulheres ao efetivo.
GRANDE ABC
Nas outras cidades da região, a participação das mulheres nas GCMs também é minoria. Em Santo André, são 111 em um efetivo total de 602. A cidade teve a primeira comandante de uma Guarda Civil no País na década de 1990, Lilian Gouveia. Atualmente a subcomandante é Vilma da Silva Tavares, 43, com 25 anos de carreira no serviço público.
Diadema tem 42 mulheres no total de 246 GCMs. A corporação já foi comandada por Regina Lucca Miki em 2005 e em 2007 por Regina Maria Bertoldo, que atualmente é secretária adjunta de Segurança em Ribeirão Pires. “Entrei na PM no início da década de 1980, com 20 anos. Naquela época, a policial feminina só lidava com ocorrências leves envolvendo mulheres, idosos ou crianças. Havia muito machismo”, disse.
Em Mauá, são 48 mulheres em efetivo de 220 pessoas. Neste caso, nenhum cargo de chefia foi ocupado por guarda do sexo feminino. Em Ribeirão Pires, são 140 guardas, dos quais 42 são mulheres. A primeira comandante do sexo feminino assumiu nesta semana.
São Bernardo não respondeu e Rio Grande da Serra não tem GCM.

Fonte: https://www.dgabc.com.br/Noticia/2139920/gcm-tem-comandante-mulher

Arrombadores são flagrados por monitoramento da Guarda Municipal



Ele tinham acabado de furtar uma loja de celulares quando foram presos pela Guarda, que já os monitorava pelas câmeras

  • Por Leilane Benetta
Arrombadores são flagrados por monitoramento da GM e presos em seguida. Foto: Átila Alberti
Em pouco mais de um minuto, três jovens que arrombaram uma loja de celulares no Centro de São José dos Pinhais levaram cerca de R$ 45 mil em mercadorias, na madrugada desta sexta-feira (19). Eles só não contavam que toda a ação estivesse sendo flagrada pelo sistema de monitoramento da Guarda Municipal. Na fuga, William Jeferson Becker, 22 anos, Fábio Garcia Padilha, 21, e Evandro Sulivan Batista, 18, foram capturados.
TrioO guarda municipal Barreto, chefe de operações da GM, informou que por volta das 2h os três rapazes pararam o carro próximo à loja, que fica na Rua XV de Novembro. Eles arrombaram uma porta de ferro e quebraram os vidros para entrar no estabelecimento. Os marginais usaram barras de ferro e alicates de aço para cortar os cabos que prendiam os aparelhos celulares.
A invasão foi flagrada pelos guardas que faziam o monitoramento das câmeras de segurança do município. “Diante dessas imagens fizemos o acionamento da viatura que estava mais próxima e conseguimos êxito em prender os três marginais”, afirmou Barreto. Os celulares e outras mercadorias furtados da loja foram recuperados.
Um dos presos usava uma tornozeleira eletrônica – equipamento para o monitoramento dos detentos em regime semiaberto. O trio foi encaminhado à Delegacia de São José dos Pinhais.

Fonte:  http://www.tribunapr.com.br/noticias/curitiba-regiao/arrombadores-sao-flagrados-por-monitoramento-da-guarda-municipal/

19 agosto 2016

Guarda Municipal captura raposa no bairro de Mussurunga

Da Redação

  • Divulgação | Ascom-GCMS
    A raposa está na fase adulta e pesa cerca de 6 kg - Foto: Divulgação | Ascom-GCMS
    A raposa está na fase adulta e pesa cerca de 6 kg
Agentes da Guarda Civil Municipal (GCM), lotados no Grupamento Especial de Proteção Ambiental (Gepa), capturaram nesta quinta-feira, 18, uma raposa no pátio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), no bairro de Mussurunga.
A Guarda Civil foi acionada pelo Detran para fazer a captura do animal, que podem transmitir diversas doenças como a raiva e a tuberculose.
 A raposa está na fase adulta e pesa cerca de 6 kg. Ela foi encaminhada para o Centro de Triagem de Animais Silvestres do Ibama (Cetas), no bairro do Cabula.
 Em 2016 já foram resgatados mais de 500 animais pela GCM, dentre estes corujas, serpentes, iguanas e outros animais silvestres.


Fonte: http://atarde.uol.com.br/bahia/salvador/noticias/1794977-guarda-municipal-captura-raposa-no-bairro-de-mussurunga

18 agosto 2016

Projeto 'SOS Mulher' cadastra mulheres para fase experimental

TJE cadastrará 30 mulheres para receber o celular com o aplicativo.


Guarda Municipal de Belém é equipada para atuar no projeto.

Do G1 PA
Mulher exibe marcas da violência em visita ao Juizado especializado (Foto: Joyce Heurich/G1)O Centro de Atendimento Integrado à Mulher vítimas de violência realizou 3.427 mil atendimentos em 2015 (Foto: Joyce Heurich/G1)
O Tribunal de Justiça do Pará cadastrará 30 mulheres para dar início à fase experimental do projeto SOS Mulher, ação que disponibilizará às mulheres vítimas de violência doméstica um celular com o aplicativo SOS Mulher que possibilita solicitar apoio da Guarda Municipal de Belém (GMB), caso o agressor descumpra a medida determinada pelo juiz.
A mulher que se sentir ameaçada poderá, por meio de três toques no aparelho, enviar notificações via GPS para a Central da Guarda Municipal, que acionará a patrulha mais próxima para prestar socorro, com deslocamento rápido de uma viatura ou moto. Tão logo chegue no local, a vítima receberá o acolhimento e encaminhamento necessário e o agressor será conduzido à delegacia e demais medidas cabíveis.
No final da manhã desta quarta-feira (17), a GMB recebeu 16 motocicletas que serão utilizadas no projeto.
"Por ser mulher eu sei das dificuldades que enfrentamos. Trabalho na Guarda há 24 anos e sei que a violência contra nós é recorrente. Levar a segurança para essas vítimas será nossa missão a partir de agora'', afirmou a subcomandante da GMB, Maria do Socorro Monteiro.
Lei de proteção à mulher
Conhecida popularmente como lei Maria da Penha, a lei de n° 11.340, entrou em vigor em 2006, com o objetivo de combater a violência contra a mulher.
De acordo com a lei, a violência doméstica e familiar contra a mulher é configurada como qualquer ação que cause sofrimento físico, sexual ou psicológico, além de dano ou patrimonial causado contra a mulher.
É importante ressaltar que qualquer pessoa pode denunciar casos de violência contra a mulher. Basta ligar 181 e sua identidade será preservada.

Fonte:  http://g1.globo.com/pa/para/noticia/2016/08/projeto-sos-mulher-cadastra-mulheres-para-fase-experimental.html

Placas informam proibição de tração animal em Curitiba

17/08/16 às 15:47 - Atualizado às 15:48 Redação Bem Paraná com assessoria

A Secretaria Municipal de Trânsito está instalando placas em 10 pontos de entrada de Curitiba, informando a proibição do uso de tração animal no Município. “Desta maneira estaremos avisando aos visitantes e moradores da região metropolitana que isto é proibido e que possíveis infratores serão punidos”, alerta o coordenador da Rede de Proteção Animal, Paulo Colnaghi.

Sancionada no fim de outubro de 2015, a lei proíbe a tração animal, o uso de veículos de tração animal e exploração de animais para esta finalidade na cidade. Desde a sanção até hoje, 51 cavalos foram apreendidos e doados.

A fiscalização é realizada pela Secretaria Municipal do Meio Ambiente por meio da Rede de Defesa e Proteção Animal, com apoio das equipes da Guarda Municipal e das secretarias municipais de Saúde e de Trânsito.

O animal encontrado nestas situações será recolhido pela Rede de Proteção Animal e enviado ao Centro de Controle de Zoonoses e Vetores. O proprietário e o condutor serão punidos conforme a lei contra os maus tratos (Lei 13.908).

“Esta é uma demanda antiga na nossa cidade, cujo compromisso foi assumido e cumprido pela atual administração. É uma lei avançada, que protege os animais, mas também olha para as pessoas”, diz Colnaghi.

São permitidas as atividades em estabelecimentos públicos ou privados como haras, turfe, hipismo, equoterapia, cavalgadas, bem como o uso de animais pelas forças públicas, militares ou civis, que tenham grupamentos com montaria.

Fonte: https://www.bemparana.com.br/noticia/459926/placas-informam-proibicao-de-tracao-animal-em-curitiba

Polícia Civil : Na casa de um dos suspeitos, até submetralhadora foi apreendida pelos policiais (Polícia Civil)
Na casa de um dos suspeitos, até submetralhadora foi apreendida pelos policiais

Denis Martins

A Polícia Civil de Cordeirópolis deflagrou ontem uma operação para prender suspeitos de integrar uma quadrilha especializada em subtração de caminhões e cargas. As investigações duraram meses, e começaram após furtos de veículos e cargas que ocorreram no Jardim Progresso.
Durante a apuração para se chegar aos autores dos crimes, o sistema de monitoramento da Guarda Civil Municipal (GCM) cordeiropolense identificou um dos veículos usado pela quadrilha. O modelo do carro foi informado à equipe de investigações, que chegou até os suspeitos que são da região de Americana.
 
- See more at: http://www.gazetainfo.com.br/ns/noticia.php?r=noticias&id=42728#sthash.Au34Qnpd.dpuf

Operação da GCM apreende mais de 100 pipas com cerol em Sorocaba

Das 575 apreensões desde janeiro, 45% delas ocorreram na segunda (15).
Adultos autuados devem pagar multa de mais de R$ 1 mil.

Do G1 Sorocaba e JundiaíJovens se arriscam em avenida atrás de pipa (Foto: Geraldo Jr./G1)Jovens se arriscaram em avenida atrás de pipa (Foto: Geraldo Jr./G1)
A Guarda Civil Municipal apreendeu 141 pipas e 114 linhas com material cortante somente na última segunda-feira (15), no aniversário de Sorocaba (SP), na região do Paço Municipal, conforme divulgou a corporação nesta quarta-feira (17). Com a ação, subiu para 575 o número de objetos desse tipo apreendidos pela GCM desde janeiro - quase metade deles, 45%, somente durante o feriado municipal.
Um vídeo mostra que muitos jovens se arriscaram na avenida Engenheiro Carlos Reinaldo Mendes, durante o feriado, correndo entre carros atrás das pipas. Motoristas que trafegavam pela via tiveram de desviar de adolescentes e crianças. Ninguém ficou ferido, de acordo com a Guarda Civil Municipal.
Os adultos flagrados comercializando, armazenando ou distribuindo cerol ou qualquer material cortante para empinar pipas estão sujeitos a autuação e multa no valor de R$ 1.636,52. O valor dobra em caso de reincidência. Quando as ações são feitas com menores de 18 anos, pais ou responsáveis responderão pelos atos, conforme prevê a Lei Municipal 8471/08.
Garoto tenta retirar pipa da copa de uma árvore em praça de Sorocaba (Foto: Amanda Campos/G1)Garoto tenta retirar pipa da copa de uma árvore em praça de Sorocaba (Foto: Amanda Campos/G1)
Fonte: http://g1.globo.com/sao-paulo/sorocaba-jundiai/noticia/2016/08/operacao-da-gcm-apreende-mais-de-100-pipas-com-cerol-em-sorocaba.html

17 agosto 2016

Garantido por lei, poder público tem papel de proteger as mulheres

15/08/16 às 16:30 - Atualizado às 18:42 SMCS



A importância da organização do combate à violência contra a mulher em equipamentos que concentrem orientação e serviços como ocorre na Casa da Mulher Brasileira em Curitiba foi um dos destaques do discurso do desembargador Paulo Roberto Vasconcelos, presidente do Tribunal de Justiça do Paraná, durante o evento que marcou os dez anos de vigência da Lei Maria da Penha, em Curitiba, na manhã desta segunda-feira (15).
O evento, promovido pela Coordenadoria Estadual da Mulher em Situação de Violência Doméstica e Familiar (CEVID) e pela Associação dos Magistrados do Paraná (AMAPAR), teve ainda o apoio do Ministério Público/PR, Secretaria Municipal da Mulher, Defensoria Pública do Paraná e secretarias de estado.
Na oportunidade, o presidente do TJ-PR pediu agilidade na instalação da unidade da Delegacia da Mulher na Casa da Mulher Brasileira, completando assim o rol de serviços e atendimentos que são oferecidos às vítimas de diferentes tipos de violência: psicológica, sexual, doméstica e física. Com a unidade da delegacia no local, procedimentos relacionados à área de segurança da secretaria estadual, como os registros de boletim de ocorrência, ganharão celeridade.

Palestra
O advogado Márcio José Tokars, representante da Amapar, observou que o momento é especial quando os poderes públicos se integram com o objetivo comum de proteger essas mulheres. A representante do Ministério Público do Paraná, Mariana Bazzo, parabenizou a todos pelos anos de trabalho intenso que puderam melhorar a vida de muitas mulheres no Município. “Sabemos que a legislação é recente, mas que já houve uma diminuição dos índices de mortes violentas de mulheres, uma melhora nos registros e que as mulheres já podem comparecer às autoridades sem constrangimentos e impedir o ciclo de violência”, destacou Mariana.
A secretária da Mulher, Roseli Isidoro, lembrou que Curitiba vem trabalhando intensamente, desde o inicio da atual gestão, no enfrentamento da violência às mulheres. "A administração, desde que tomou conhecimento do mapa da violência, que colocava a cidade numa situação muito preocupante, nos deu condições reais para que pudéssemos implementar as ações necessárias para tirar da invisibilidade a questão da violência contra as mulheres", explicou.
Doutora em Direito Penal, a advogada Alice Bianchini observou que ainda há muitas medidas a serem tomadas em relação ao enfrentamento da violência que atinge não só a cidadã, mas a toda a família, causando prejuízo aos filhos. “Os índices mostram que, das mulheres que foram vítimas de violência e são casadas, 80% dos filhos ou presenciaram a violência ou foram vítimas junto com a mulher”, ressaltou a especialista na Lei Maria da Penha, integrante da Comissão Especial da Mulher Advogada da OAB/Federal e diretora executiva do Instituto Avante Brasil.
Aberta há dois meses, a Casa da Mulher Brasileira realizou, em média, 14 procedimentos por dia. Foram atendidas 823 mulheres em situação de violência e registrados 1.220 encaminhamentos e atendimentos até o dia de hoje.  

Reconhecimento
Integrantes da Patrulha Maria da Penha, da Guarda Municipal de Curitiba, receberam certificados de reconhecimento pelo trabalho. Treze guardas municipais que atuam diretamente na patrulha foram homenageados. “As entidades envolvidas que reconhecem a efetividade do trabalho da Patrulha Maria da Penha nos enchem de satisfação e confirmam que estamos no caminho certo, comprometidos com este trabalho. Hoje nós monitoramos 3,2 mil mulheres com a certeza que cada uma está reconstruindo a vida, com segurança”, destacou a inspetora Cleusa Pereira. 

Fonte: http://www.bemparana.com.br/noticia/459456/garantido-por-lei-poder-publico-tem-papel-de-proteger-as-mulheres

Guarda apreende máquinas caça-níqueis em bar de Cabreúva

Equipamentos estavam 'camuflados' dentro de mesas.
Apreensão foi realizada após denúncias de moradores.

Do G1 Sorocaba e Jundiaí
Guarda apreende máquinas caça-níqueis em bar de Cabreúva (Foto: GM de Cabreúva/Divulgação)Guarda apreende máquinas caça-níqueis em bar de Cabreúva (Foto: GM de Cabreúva/Divulgação)
A Guarda Municipal apreendeu na manhã desta segunda-feira (15) duas máquinas caça-níqueis escondidas em um bar na Avenida Alberto Peratelo, no bairro Jacaré, em Cabreúva (SP). Um homem, que seria proprietário do comércio, foi levado para a delegacia e liberado após prestar depoimento. Os aparelhos estavam instalados dentro do balcão de atendimento, onde ficavam camuflados.
Guarda apreende máquinas caça-níqueis em bar de Cabreúva (Foto: GM de Cabreúva/Divulgação)Bar onde as máquinas estavam foi denunciado por
moradores (Foto: GM de Cabreúva/Divulgação)
De acordo com a GM, o local foi descoberto após denúncias de moradores. No momento da apreensão, apenas o proprietário do bar estava no local e as máquinas estavam desligadas.
Os caça-níqueis foram apreendidos após passar por perícia. O proprietário do bar foi levado para o 1º Distrito Policial, onde prestou depoimento e foi liberado após a assinatura de um termo circunstanciado. Ele vai responder por exploração de jogos de azar. O local não foi interditado.
Outro flagrante
Segundo a Guarda, a apreensão da última semana motivou a denúncia de moradores. No dia 10, outras três máquinas também foram apreendidas em outro bar no mesmo bairro. Durante perícia, foram localizados R$ 55 nas máquinas que estavam escondidas no fundo falso de um balcão usado no comércio.
Havia clientes no estabelecimento no momento da abordagem, mas ninguém estava jogando. O responsável também foi liberado após a assinatura de termo circunstanciado.

Fonte: http://g1.globo.com/sao-paulo/sorocaba-jundiai/noticia/2016/08/guarda-apreende-maquinas-caca-niqueis-em-bar-de-cabreuva.html

 

Concurso Público Guarda Civil Municipal de Taiaçu-SP

A Prefeitura de Taiaçu, no Estado de São Paulo, anuncia a realização de Concurso Público para o preenchimento de três vagas na função de Guarda Civil Municipal.

http://www.duxconcursos.com.br/concurso.php?concurso_id=148


O salário é de R$ 942,74, pelo desempenho de atividades em jornadas semanais de 40 horas, e para participar é preciso ter nível Médio, além de curso de vigilante e CNH nas categorias A e B.

As inscrições são recebidas pelo site da empresa organizadora, www.duxconcursos.com.br, de 16 de agosto de 2016 ao dia 12 de setembro de 2016. Nesta etapa é preciso efetuar o pagamento da taxa de inscrição, via boleto bancário.

Para classificar os candidatos haverá Prova Objetiva, prevista para ser aplicada em 16 de outubro de 2016, além de Prova de Aptidão Física e Exame Médico.
O prazo de validade do edital é de dois anos e há possibilidade de prorrogação por igual período. Em nosso site você tem acesso ao edital completo com outras informações.
Jornalista: Ynaiê Botelho

26 abril 2016

O guarda se chama Angelo Matiero

Autor: José Carlos Fernandes
jcfernandes@gazetadopovo.com.br
10/11/2011



Os efeitos colaterais das rasteiras da vida podem ser, não nessa ordem, o Seproc, uma íngua na virilha, a sovinice ou uma romaria desesperada para Aparecida do Norte. No caso do curitibano Angelo Matiero, os dias ruins fizeram dele um poeta. Um poeta que nem suspeitava ser. Vinha das “Exatas”. Cursara Teleco­­municações no Cefet, Infor­­mática na PUC e ganhava seu pão – pão com frutas cristalizadas, diga-se – dissecando números: era um bem pago analista de sistemas. Rima, só se fosse de software com hardware.
Até que se viu, com a bobeira de quem bate o nariz num poste, sem emprego, sem dinheiro e de farda, assumindo seu posto numa longínqua chácara de recuperação de dependentes químicos. Aos 35 anos e recém-casado, o analista virara guarda municipal. No lugar de tabelas, malucos beleza cantando no bosque: “Oh! Oh! Oh! Seu moço do disco voador, me leve com você, pra onde você for, mas não me deixe aqui, enquanto eu sei que tem tanta estrela por aí...”
Matiero, deprê, quase se juntou ao coro para cantar Raul. Mas, sabe-se lá, preferiu aproveitar a brisa e escrever uns versos regados a Sonho de Valsa. Foi sua estreia literária, mas a turma o saudou como se estivesse lançando uma antologia completa. Tanto que começaram a pedir o poema emprestado para oferecer, como se fosse deles, às esposas e namoradas – uma falcatrua em prol da família.
Não se sabe dos efeitos da overdose lírica sobre aquelas mulheres. Mas no que diz respeito ao autor, não poderia ser melhor. Por causa da poesia, Matiero retomou uma história deixada às traças. Gostara antes das letras do que das contas de vezes. Mal saíra das fraldas e já sabia ler “Omo”, “Doriana” e “Elefante” – o da marca de tomate.
Além do mais, tivera bons exemplos: o pai, Benedito Mon­­­teiro, era homem de imprensa e escritor em segredo. E o filho bem que tentara sair-se aos seus. Aos 16 anos, depois de ter lido Noite na Taverna, de Álvares de Azevedo, deu de imitar o romântico em tísica. Mas, como lhe di­­­ziam, jovem pobre do Pilarzinho tinha de arrumar era emprego, e não sarna para se coçar. A arte ficou para depois, como se sabe, para o dia em que arrumou o emprego que não queria.
Aos fatos – fardado, o arquitímido Matiero começou a ser parado na rua para informes ligeiros – de “roubaram a roupa do varal” e “onde fica a Rua Zibniew Stransky?”. Passou a conhecer gentes e notou que não falavam com ele, mas com uma abstração trajando farda. Bingo – podia observá-las e entendê-las, como cabe a um escritor. A nomeação para ser guarda de escola só melhorou seu ponto de vista. Além das condições propícias para ler de Nietzsche a Rilke, de Vinícius a Leminski nas barbas do expediente, podia finalmente retomar o gosto que lhe foi tirado nos verdes anos.
“O guardinha tá estudando?”, lhe perguntou dia desses uma das aluninhas da Escola Municipal Nimpha Peplow, na Vista Alegre, onde trabalha. Não deixa de ser. Matiero soma 150 textos. E manda bem, o danado, mesmo quando escreve em meio à gritaria do recreio. Ao contrário dos autores aprendizes, demora a dar um verso ou um conto por acabado. Aplica a cada linha os rigores da caserna, mas sem deixar de ser lúdico – influência das crianças com as quais lida das 7h30 às 18 horas.
“Escrever é uma maneira de mostrar quem é o cara vestido de guarda”, me avisa. Sua voz é talhada para as ondas do rádio. Vê-lo lendo para os pequenos no pátio do Nimpha parece mentira, tão bonito é. Nem tive coragem de perguntar se alguma vez ele precisou usar o cacetete. Qual o quê. Não é todo dia que um guarda nos fala sobre o poder da imaginação, indica o melhor caminho para o Centro e ainda deixa a certeza de que nunca vamos esquecer qual é mesmo o seu nome.

Autor: José Carlos Fernandes
Fonte: http://www.gazetadopovo.com.br/vida-e-cidadania/colunistas/jose-carlos-fernandes/o-guarda-se-chama-angelo-matiero-99ndweaxoet6w6454z9f0wci6
_________________________________________________________________
Tomamos a liberdade de republicar este artigo de autoria do jornalista José Carlos Fernandes, o qual homenageia o nosso querido irmão de farda Ângelo Matiero Monteiro.
Matiero, ingressou na Guarda Municipal de Curitiba em 10 de dezembro de 2003, trabalhou em diversos postos, na regional de Santa Felicidade.
Amigo querido de todos, sempre procurou usar o bom senso em suas ações.
Recentemente diagnosticado com leucemia, vinha lutando pela vida, sempre com um sorriso nos lábios e um semblante sereno.   
Nesta data, com profundo pesar, registramos o falecimento do nosso poeta de sangue azul marinho.


25 abril 2016

Guarda Municipal de Curitiba - Relatório de Comando



Prefeito Gustavo Fruet e Inspetor Frederico

(Passagem de Comando)


Prezados Guardas Municipais,


Hoje, venho agradecer e me despedir de todos que de alguma forma me apoiaram e ajudaram no transcorrer destes três anos muitas conquistas e sucessos para a Guarda Municipal de Curitiba. Um agradecimento especial a minha Equipe, formada por honrosos profissionais que nunca mediram esforços em prol da coletividade.
Muito conquistado, em tão pouco tempo. Superamos muitas das deficiências acumuladas nos 25 anos de história desta Instituição que vinha se acastelando. Como exemplo, o Plano de Cargos que valoriza efetivamente o tempo de serviço e a trajetória na carreira.
Na minha vida profissional, sempre busquei entender os anseios coletivos desta Corporação. Pela oportunidade que o Prefeito Gustavo Fruet me concedeu, conseguimos edificar muito e plantar muitas sementes, as quais germinarão e os seus frutos, certamente, serão colhidos ao longo da história, sendo os senhores (guardas municipais e munícipes), protagonistas deste legado.
Nunca me desviei dos meus ideais, do meu caminho, apesar das limitações do cargo. Se tivesse que realizar tudo novamente, faria da mesma forma, do mesmo jeito, com a mesma seriedade e profissionalismo.
Tenho plena satisfação de não ter traído nada e nem ninguém. Acreditei. Lutei. Batalhei. Conquistei. Determinadas batalhas venci, outras não sucumbi, e mantive meus valores intactos.
A Guarda Municipal de Curitiba sempre será um dos modelos para demais Guardas Municipais do Brasil que sofrem muito por falta de equipamento, falta de legislação (porte de arma e plano de cargos e salários), estrutura, reconhecimento e principalmente pela falta de liberdade de atuação - autonomia.
Quando comecei a atuar na Guarda Municipal em 1992, usava apenas uniforme, bastão e algemas. Hoje, vejo uma GM diferente e melhor, todos os Guardas têm colete balístico individual, armamento, dois equipamentos menos letais e um a cada seis servidores tem dispositivo elétrico incapacitante.
Por fim, quero desejar a este “Corpo Unicelular”, muito sucesso e sorte nas suas escolhas, porque é das escolhas certas que realmente se conquista algo concreto.

Um Forte Abraço,

Inspetor Frederico.

*
*   *

(Relação de ações realizadas no período de janeiro de 2013 a dezembro de 2015)

- Implantação do Plano de Cargos e Salários onde foi considerado o melhor plano de carreira do Brasil, tendo o impacto na média de até 60% no salário, valorizando o tempo de serviço, trajetória na carreira e titulação superior;
- Criação de lei específica para garantia do Seguro de Vida (Lei n.º 14.753/2015);
- Retirada da anotação de falta ao trabalho dos Guardas Municipais que participaram de greves e paralisações, no período de 2007 a 2012, conforme Decreto nº 747/13;
- Interseção junto a Secretaria Estadual de Segurança Pública (SESP) em 2014, para o cumprimento do direito de Prisão Especial para servidores da Guarda Municipal de Curitiba;
- Estudo para elaboração do Estatuto da Guarda Municipal de Curitiba, sendo formada uma Comissão Especial pela Portaria nº 45, de 10 de outubro de 2013 (Diário Oficial n.º 197 – 11/10/13);
- Consórcio em andamento com as Guardas Municipais da Região Metropolitana integrando os protocolos de formação e atuação;
- Concurso Público para Carreira da Guarda Municipal de Curitiba, recorde de 26.000 candidatos;
- Convênio com o Ministério da Justiça para acesso de 6% do efetivo para operar o sistema do INFOSEG - Informações de Segurança Pública dos órgãos de fiscalização do Brasil;
- Ação contra a Pichação, aumento do valor da multa (Lei n.º 14.367/13);
- Ação contra a Poluição Sonora, inclusão da Guarda como agente fiscalizador (Lei n.º 10.625/02);
- Solicitação de Convênio com a SMMA para fiscalizar a Poluição Sonora;
- Integração com a Secretaria Municipal de Trânsito (SETRAN) e Secretaria Municipal do Urbanismo (SMU);
- Visibilidade na mídia com mais de 70.000 ocorrências atendidas entre Jan/2013 a Jun/2015;
- Regulamentação da Carteira de Identificação Funcional do Guarda Municipal;
- Regulamentação da Carteira de Identificação Funcional do Guarda Municipal Aposentado;
- Regulamentação do Porte de Arma de Fogo Institucional e Particular;
- Porte de Arma Particular, com direito a registro de até duas armas particulares na sua Carteira de Identificação Funcional;
- Regulamentação das Normas Gerais de Ações para Utilização do Dispositivo Elétrico Incapacitante (SPARK);
- Implantação da “Patrulha Maria da Penha”, sendo a Guarda Municipal de Curitiba precursora no Brasil a nível municipal;
- Estudo para readequação/modernização do Regulamento de Uniformes da Guarda Municipal de Curitiba, sendo formada uma Comissão Especial;
- Implantação da Boina como parte do Uniforme;
- Institucionalização da Medalha de Honra por Tempo de Serviço:
           * Medalha Gralha Azul - Bronze (10 anos);
           * Medalha Falcão Peregrino - Prata (20 anos);
           * Medalha Gavião Real ou Harpia - Ouro (30 anos).
- Institucionalização das Medalhas de Mérito:
* Medalha Barão do Cerro Azul – titulo Medalha de Sangue;
* Medalha Marechal Zenóbio da Costa - titulo Mérito Policial;
* Medalha Borges de Macedo – titulo de Amigo da Guarda.
- Institucionalização do Canil da Guarda Municipal – GOC K-9 (Grupo de Operações com Cães);
- Construção do Canil da Guarda Municipal (Parque dos Tropeiros);
- Fortalecimento do Grupo Tático de Motos – GTM, com implantação do curso Técnico de Aperfeiçoamento Específico;
- Sede própria para o Grupo Tático de Motos – GTM;
- Operacionalização da Proteção Animal;
- Seleção para o ingresso no Grupo de Operações Especiais (GOE), com imparcialidade e curso de Formação Específico, em parceria com as Forças Armadas;
- Efetivação do Grupo de Operações Especiais (GOE) 24 horas;
- Descentralização das Viaturas de área nos Núcleos;
- Implantação das viaturas de Patrulhamento Tático nos Núcleos Regionais, contando com o terceiro homem com uso da calibre 12, com turno de trabalho diferenciado;
- Implantação das viaturas de Patrulhamento Tático GOC K-9, com terceiro homem condutor de campo;
- Módulo Móvel Itinerante (MMI) - uma das primeiras medidas adotadas como Polícia Comunitária – Polícia Cidadã, fortalecendo o vínculo da Guarda Municipal com a população;
- Regulamentação em Decreto da “Guarda Municipal Mirim”;
- Regulamentação em Decreto do Programa “Conhecer para Prevenir”;
- Institucionalização da Capelania da Guarda Municipal;
- Regulamentação das Insígnias de Graduação:
* Guarda Municipal de 1ª, 2ª e 3ª Classe;
* Supervisor de 1ª, 2ª e 3ª Classe;
* Inspetor de 1ª, 2ª e 3ª Classe.
- Implantação das Divisas de Graduação no ombro, como forma de reconhecimento de que todos os profissionais da carreira são oficiais de segurança pública municipal;
- Portaria em conjunto com Recursos Humanos sobre Porte de Arma e Saúde Ocupacional;
- Aquisição de 187 Pistolas, Calibre 380 para os Guardas Municipais, no valor de R$ 389.708,00.
- Em andamento aquisição de mais 420 pistolas para o ano de 2016, no valor de R$ 1.533.000,00.
- Aquisição de 176 SPARKS – dispositivo elétrico incapacitante, no valor de R$ 548.549,60;
- Aquisição de Rádio Comunicação Digital com frequência da área de Segurança Pública, investimento de R$ 2.891.950,00, sendo a Guarda Municipal de Curitiba mais uma vez vanguarda no Paraná;
- Aquisição de uma Viatura em 2014 para a “Patrulha Maria da Penha”, no valor de R$ 64.950,60.
- Em processo de compra de mais 2 (duas) viaturas exclusivas para a patrulha;
- Em processo de aquisição de 3 (três) caminhonetes para a Gerência de Operações Especiais - GOE;
- Aquisição de aparelhos de Decibelímetro e auferidos os antigos, para atuar contra a Poluição Sonora;
- Aquisição de Uniformes: calça, camisa, botina, quepe, jaqueta, entre outros, no valor de R$ 1.316.944,93;
- Aquisição de Mobiliário do Centro de Operações (CODS), no valor de R$ 34.915,00;
- Aquisição de Um veículo para a Ouvidoria Móvel é um automóvel para Corregedoria da Guarda Municipal de Curitiba, além do processo de fortalecimento e reaparelhamento de ambas as unidades, no valor de R$ 184.880,00;
- Aquisição de material de informática e insumos no valor de R$ 59.535,02;
- Aquisição de material de Gênero Alimentício para cursos e para os módulos móveis da GMC, no valor de R$ 70.294,08;
- Aquisição de Coletes Balísticos para a Guarda Municipal, no valor de R$ 185.839,72;
- Aquisição de material e equipamentos para os Programas Sociais (Guarda Municipal Mirim - GMM), no valor de R$ 100.706,51;
- Aquisição pela primeira vez de Protetor Solar utilizado pelos Guardas Municipais para proteção dos raios solares (UVA E UVB), no valor de R$ 19.997,12;
- Aquisição de Armamento de Airsoft Elétrica para os profissionais da Guarda Municipal a serem utilizadas em instruções destinadas às seguintes áreas de atuação: uso legal e progressivo da força, abordagens com armas, confronto armado, controle de tumultos, fundamentos do tiro, tiro defensivo, tiro abrigado, tiro embarcado, combate em ambiente confinado, condução/retenção de armamento, defesa pessoal com armas e outras correlatas, no valor de R$ 13.549,00;
- Aquisição de 1.300 Espargidores (spray de gengibre/pimenta) para equipar Guardas Municipais em situações de controle de tumulto, agressões físicas e outras similares, diminuindo a possibilidade de danos físicos ao Guarda Municipal, ao agressor ou a terceiros, conforme especifica a Portaria Interministerial n.º 4.226, de 31 de dezembro de 2010, no valor de R$ 69.000,00;
- Aquisição de material de Controle e Distúrbio (CDC), no valor de R$ 32.000,00;
- Aquisição de Munições e Insumos para recarga, em 2014 no valor de R$ 118.578,00 e em 2015 de R$ 285.156,80, totalizando R$ 380.298,00;
- Aquisição de material de treino e equipamentos de proteção individual para o Canil da Guarda Municipal, no valor de R$ 21.193,83;
- Aquisição de Equipamentos de Informática destinados à reestruturação física e aperfeiçoamento das atuações do Centro de Operações (CODS) e Núcleos Regionais da Guarda Municipal de Curitiba, valor de R$ 66.570,00;
- Aquisição de 8 bicicletas para compor na Ciclopatrulha, no valor de R$ 17.603,44 ;
- Aquisição por doação de 4 Moto Bomba novas, para a Defesa Civil da Guarda Municipal, no valor de R$ 6.080,00;
- Adquiridos por doação 8 revólveres novos, calibre 38;
- Aquisição por doação de 4 bicicletas novas.
- Substituição de 40% da frota veicular (viaturas prefixos “.4” e “.5”);
- Em andamento a reforma da estrutura do Centro de Operações (CODS);
- Em andamento a reforma do Módulo do Parque Barigui;
- Programada a reforma do Módulo do Parque São Lourenço;
- Instalação do Camburão em todas as Viaturas Parati;
- Integração com CCO (Centro de Comando Operacional da URBS), compartilhando 911 câmeras de Videomonitoramento;
- Instalação de 24 câmeras na Praça Rui Barbosa;
- Concluído o estudo sobre a Estrutura Organizacional da Academia da Guarda Municipal em conjunto com o IMAP;
- Iniciado os procedimentos para implantação da futura sede da Academia da Guarda Municipal;
- Concluído o estudo sobre a Reestruturação da SMDS/GMC em parceria com o IMAP;
- Novo designe da Plotagem das viaturas da GMC (operacionais, GOC K-9, GOE);
- Recuperação e transferência do kit “Crack é Possível Vencer”, aguardando apenas a assinatura da Secretaria Nacional de Segurança Pública, contendo 1 microônibus, 2 automóveis, 2 motocicletas, 50 dispositivos elétricos incapacitantes, 150 espargidores de pimenta e 20 câmeras de monitoramento instaladas na região próxima e ao redor da praça Eufrasio Correa.
- Aplicação do Decreto Federal n.º 5.123/2005, para capacitação mínima de 80h para Guardas Municipais, complementando com a Formação Continuada – Estágio de Qualificação Profissional, totalizando mais de 500.000 horas/aula, com docentes sem ônus para a Guarda Municipal e promovendo também, a integração e qualificação das Guardas Municipais da Região Metropolitana;
- Solicitação ao RH para abertura para Procedimento Interno para área de atuação de Supervisor;
- Valorização do Guarda Municipal, do Supervisor e do Inspetor como instrutores e/ou docentes nos cursos de qualificação;
- Realização de diversos Cursos nas mais diferentes áreas, sendo algum deles:
* Preparação para Copa do Mundo 2014 - a Guarda Municipal de Curitiba atuando diretamente no mundial, onde passou por treinamentos de Gerenciamento de Crise, Planejamento Operacional, Policiamento em Estádio de Futebol, Segurança a Dignitários e Escolta, Batedores e Segurança de Dignitários, entre outros;
* Curso sobre Segurança Eletrônica e Videomonitoramento (parceria com CINDACTA – Força Área Brasileira);
* Curso de Acreditação Animal para a Proteção Animal (parceria Secretaria Municipal do Meio Ambiente);
* Curso Patrulha Maria da Penha (parceria com o Tribunal de Justiça, Secretária Municipal Extraordinária da Mulher);
* Curso Técnicas no Apoio de Atividade com Helicópteros em Ocorrências (parceria com Polícia Rodoviária Federal – PRF);
* Curso de capacitação para uso dos Decibelímetros (aparelhos que medem os níveis de pressão sonora), para atuar contra a Poluição Sonora (parceria com a Secretaria Municipal do Meio Ambiente – SMMA);
* Entre outros...
- I Curso de Liderança e Aperfeiçoamento na área de atuação de Supervisor;
- I Curso de Liderança e Aperfeiçoamento na área de atuação de Inspetor;
- Parceria com a Itaipu Binacional, Aliança Renault-Nissan e Centro Excelência e Inovação (CEIIA) de Portugal, para comodato de 5 veículos Ecoelétricos (modelos diferentes);
- Parceria e integração com Forças Armadas (Exército e Aeronáutica), Polícia Federal, Polícia Civil, ABIN (Agência Brasileira de Inteligência), Ministério Público, Tribunal de Justiça, Polícia Militar, Secretarias Municipais de Curitiba, nas mais diversas áreas de atuação;
- Parceria com a sociedade civil organizada, entre elas a Associação Comercial do Paraná;
- Programas Especiais da Guarda Municipal de Curitiba que tiveram ênfase:
* MMI (Módulo Móvel Itinerante);
* Operação Presença;
* Operação Paz nos Parques;
* Operação Simultânea;
* Operação Paz no Futebol;
* Patrulha Maria da Penha;
* Proteção Animal;
* Cão Amigo;
* Blitz Educativa;
* Busão Seguro;
* Pichação é Crime, Denuncie!;
* Despiche!;
* Guarda Municipal Mirim;
* Teatro de Fantoches;
* Conhecer para Prevenir;
* Cidadão em Guarda.
- I Workshop de Comandantes das Guardas Municipais do Paraná, realizado pela primeira vez na história, reunidos com o objetivo de discutir sobre padronização, formação e qualificação das corporações, devido às novas diretrizes propostas pela Lei Federal n.º 13.022/ 2014, que entre outras providências confere poder de polícia preventiva às guardas municipais, onde elaboram uma Carta de Curitiba, com o resumo das intenções debatidas ao longo do encontro;
- Inserida a Guarda Municipal de Curitiba no Plano Diretor de Curitiba, como sendo a protagonista da Segurança Pública Municipal – Polícia Cidadã, fortalecendo assim sua atuação junto à população.

🚔

  













Onde Encontrar os Livros? Clik no Banner

Fale Conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
Cidade
Estado



http://www.linkws.com