Páginas

27 março 2011

Nova proposta do Plano de Cargos é apresentada aos guardas municipais


      Os secretários de Governo, Luiz Fernando Jamur, Recursos Humanos, Maria do Carmo de Oliveira, e Defesa Social, Nazir Abdalla Chain, reuniram-se nesta quinta-feira (24) com os representantes do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais de Curitiba, guardas municipais e a comissão encarregada das discussões do novo Plano de Cargos da categoria. O encontro foi o quinto deste ano e dá continuidade ao debate que vem acontecendo desde fevereiro de 2010. Uma nova reunião tinha sido agendada para esta sexta-feira (25), às 8h30, mas os representantes dos guardas e do sindicato não compareceram.
 
      Pela proposta apresentada, ao fazerem o enquadramento no novo plano, os guardas municipais receberão - além dos 6,5% de reajuste salarial, já garantidos pela Prefeitura a partir do mês de abril – um percentual que vai variar conforme o histórico individual de cada um. Os membros da Parte Especial terão reajuste de 8,52% a 12,24%. Os da Parte Permanente terão de 7,34% a 10,69%. O novo plano cria as áreas de atuação de Inspetor e Supervisor. O enquadramento apresentado elevará a folha de pagamento do Município em R$ 6,74 milhões.
 
      “Temos tratado as negociações com muito respeito e dignidade. Mas chegamos ao máximo, do ponto de vista financeiro. Este é o nosso limite. Não podemos avançar mais, pois temos que governar com os 33 mil servidores da Prefeitura. Não podemos comprometer os 6,5% já garantidos a todos os servidores”, disse Jamur.
 
      O Plano de Cargos e a forma de enquandramento dos 1.662 guardas municipais foram demonstrados detalhadamente pela comissão aos representantes da categoria. É que a partir da reunião anterior, no dia 17 de março, especialistas das áreas de finanças e recursos humanos analisaram as considerações dos servidores e estudaram o impacto das propostas feitas pelos guardas. Tudo para que a Prefeitura pudesse fazer os ajustes necessários e assim, apresentar uma contra-proposta aos representantes da categoria.
 
      A secretária de recursos humanos, Maria do Carmo de Oliveira, enfatizou a preocupação da Prefeitura em atender as necessidades dos guardas, sem esquecer os demais servidores da Prefeitura. “Peço que vocês entendam que não podemos elevar os impostos para poder garantir o reajuste que vocês gostariam”, disse ela.
 
      Luiz Fernando Jamur lembrou ainda que os guardas municipais vêm num processo de recuperação dos salários da categoria e já tiveram ganhos diferenciados.
 
      R$ 1.000 a R$ 1.300 – O vencimento básico inicial proposto aos guardas prevê um escalonamento a partir de 2011 até 2014. O valor pago no começo da carreira aos que ingressam na corporação, que hoje é de R$ 850,92 e passará a R$ 906,23 a partir de abril, saltaria para R$ 1000, R$ 1100 em 2012, R$ 1200 em 2013 e R$ 1300 em 2014.
 
      A gratificação de segurança será mantida em 50% do vencimento básico. Com isso, a remuneração no início da carreira seria de R$ 1.500 neste ano e chegaria a R$ 1.950 em 2014. A remuneração é a soma do vencimento básico e da gratificação de segurança.
 
      O novo plano propõe a simplificação da trajetória de carreira, com a desvinculação da hierarquia no crescimento de padrão, além da qualificação específica. No crescimento de referência, será necessária qualificação, aperfeiçoamento e a presença em seminários e fóruns. Ele também permite a qualquer guarda municipal chegar ao último padrão e referência do plano ao longo da carreira e a mudança de área de atuação, como Supervisor e Inspetor.
 
      Além dos diretores da Secretaria de Recursos Humanos, Danillo Bazello e Suzana Valente Teixeira dos Santos, participaram da reunião o chefe do Núcleo de RH da Secretaria da Defesa Social, Valério Krause, o superintendente da Secretaria da Defesa Social, Osni Stival, e o diretor do Departamento da Guarda, Odgar Nunes Cardoso. Os representantes dos guardas municipais que participaram da reunião foram Roberto José Rodrigues Kuss, Everson Camargo, Diogo Monteiro, Adriano de Souza Pereira, Josoé Juliano de Oliveira, além da presidente do Sindicato, Marcela Alves Bomfim, e do advogado Ludimar Rafanhim.
 
 
     
Para visualizar melhor a tabela clik em cima da figura.


Para visualizar melhor a tabela clik em cima da figura.


Fonte: Comunicação Social
   Responsável: Comunicação Social
   Publicado em: 25/03/2011

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela sua contribuição.
Inspetor Frederico

Onde Encontrar os Livros? Clik no Banner

Fale Conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
Cidade
Estado



http://www.linkws.com