Páginas

20 março 2011

Guardas municipais evitam crime ambiental



Publicação: 16 de Março de 2011 às 16:32
tamanho do texto A+ A-

Agentes da Guarda Municipal do Natal (GMN) lotados no Grupamento de Ação Ambiental (GAAM) evitaram na manhã desta quarta-feira (16) a prática de crime ambiental no Barro Vermelho. A equipe foi acionada pelo serviço de atendimento de ocorrências do Centro Integrado de Operações de Segurança Pública (Ciosp) e abordou dois carroceiros que despejavam lixo proveniente de poda de árvores direto no Canal do Baldo.

divulgação/pmnAgentes da Guarda Municipal foram acionados pelo (Ciosp) e abordaram carroceiros que despejavam restor de poda no Canal do BaldoAgentes da Guarda Municipal foram acionados pelo (Ciosp) e abordaram carroceiros que despejavam restor de poda no Canal do Baldo
A ocorrência foi constatada pelo Fiscal de Área da Companhia de Serviço Urbanos de Natal (Urbana), Nelson Silva, que visualizou os dois homens se aproximando do terreno baldio pertencente à Prefeitura na tentativa de depositar os dejetos naquela área. “Quando falei que era proibido colocar lixo naquele local, eles irritaram-se e começaram a jogar todo o material dentro do Canal do Baldo, então solicitei apoio da Guarda Municipal”, relatou o fiscal.

Uma viatura do GAAM, com três agentes, foi enviada de imediato para a área deparando-se com os dois carroceiros ainda no local e o lixo já dentro do canal. Os suspeitos foram abordados, em seguida foi realizada revista pessoal, não sendo encontrada nenhuma arma ou droga. No momento  em que a guarnição preparava-se para conduzi-los à delegacia, para registrar o crime ambiental, os mesmos  prontificaram-se a  retirar todos detritos por eles depositados, no Canal do Baldo.

O guarda municipal, Ney Dantas de Macedo, explicou que o fato de jogar lixo em áreas não apropriadas é a principal causa de alagamentos e destruição no período de chuvas, funcionando ainda  como catalisador de diversas doenças. “É preciso que o cidadão tenha consciência ambiental, pois ela é a principal responsável pela produção de uma sociedade sadia”, afirmou.

Após a retirada do material depositado no Canal do Baldo a equipe do GAAM deu informações ambientais aos dois homens sobre o que aquele crime poderia acarretar de mau à sociedade e os liberou. “É preciso combater duramente os crimes ambientais, mas nós – Guarda Municipal – sabemos que é a conscientização que vai produzir um mundo sustentável”, assegurou o comandante da viatura Carlos Eugênio.

Com informações da assessoria de imprensa da Secretaria de Defesa Social.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela sua contribuição.
Inspetor Frederico

Onde Encontrar os Livros? Clik no Banner

Fale Conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
Cidade
Estado



http://www.linkws.com