Páginas

27 março 2011

AINDAN E GCM RESOLVEM MAL ENTENDIDO


A virtude do forte é reconhecer que foi fraco, e assumir seus erros!

Na noite desta sexta-feira (25/03), na sede da GCM (Guarda Civil Municipal) de Santo André, fez com que o prefeito Aidan Ravin chegasse a um entendimento com a instituição – dois dias antes, abordagem realizada por uma equipe da Romu (Ronda Operacional Municipal) a cinco adolescentes no Paço Municipal gerou um mal entendido, colocando a GCM contra o chefe do Executivo andreense. Na ocasião, houve até protesto da Câmara Municipal e pedido de retratação pública com mais de 130 GCMs.
O objetivo do encontro do prefeito com os guardas foi explicar sua atitude e também ouvir o que os guardas tinham a dizer sobre o fato que gerou a confusão. Segundo a GCM, na última quarta-feira Marcos Pereira da Silva Melo trabalhava no entorno do Paço quando foi interceptado pelo prefeito, que teria se indignado com a abordagem de jovens que usavam drogas no local. Melo afirmou que os jovens abordados teriam feito uso de maconha. Enquanto fazia a abordagem, na presença de outros dois GCMs, Aidan teria passado pelo local com seu carro, descido e ido em direção aos guardas dizendo que aquilo era uma ‘palhaçada’.
No encontro desta sexta, que reuniu cerca de 60 guardas, o prefeito afirmou que não teve a intenção de ofender, humilhar ou maltratar ninguém. O chefe do Executivo explicou que foi verificar pessoalmente a ação geradora do problema porque estranhou a maneira como os jovens estavam sendo abordados.
O prefeito relatou que os GCMs o convenceram de que um guarda fardado pode fazer abordagem em flagrante. "Pedi para que os três (guardas envolvidos) pusessem uma pedra nesse assunto.





__._,_.___

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela sua contribuição.
Inspetor Frederico

Onde Encontrar os Livros? Clik no Banner

Fale Conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
Cidade
Estado



http://www.linkws.com