Páginas

02 abril 2011

Policiamento é discutido em Itapecerica


Karen Santiago | Atualizado em: 31/03/2011 00:00:00

gcm
Karen SantiagoMarques dá dicas de segurança aos moradores
O policiamento preventivo realizado pela Guarda Civil Municipal na área rural tem feito a diferença na segurança dos moradores e comerciantes, dos bairros, Aldeinha, Petrópolis, Potuverá e Ressaca, segundo os cerca de 30 participantes da reunião da comunidade rural, no Colégio Japonês, nesta quinta-feira, dia 31, em Itapecerica da Serra.
“Depois que Marques e Fábio, comandante e subcomandante assumiram a área foi feito um trabalho muito importante, melhorou muito. Nenhum dos comandos até agora, tinha realizado esse trabalho bem feito. Faça chuva ou faça sol tem viatura rondando a área”, afirmou Sr. Hideo.
Marques e Fábio ressaltaram que não adianta o comando comprar a briga, sem a dedicação e empenho dos Guardas que querem participar da área rural. “Todo mundo quer participar, passo os agradecimentos aos GCMs, tudo isso é o retorno do carinho que vocês moradores oferecem a Guarda, esse é nosso verdadeiro combustível”, observou Marques.
Apesar de também realizar ronda pelos bairros, a Polícia Militar da cidade foi chamada atenção, em relação às mudanças no comando, além dos integrantes da Força Tática. “Esse novo comandante está tirando o pessoal do tático e colocando o pessoal para patrulhamento. Só tem uma viatura na rua, a do sargento Pistore e duas no dia seguinte. Por que isso aconteceu? Afinal os PMs da Força Tática também faziam patrulhamento pela área”, questionou Sr. Hideo.
Segundo o Capitão Fábio Prado da Polícia Militar, a Força Tática precisou de uma reestruturação. “Não é porque o Coronel saiu que tem que mudar os PMs, é que chegou um momento que é necessário passar por reestruturação, para evitar estagnação. Ele (novo Coronel) está na iminência de mudar soldados e sargentos para reestruturar a Força Tática”, esclareceu.
Em relação ao policiamento na área rural, o novo Capitão informou conhecer um pouco sobre o patrulhamento na área por ter trabalhado em Embu-Guaçu e disse que a união do grupo, vai ser mais fácil para a realização do trabalho. “Estamos buscando o modelo da Guarda que está muito bem na área rural”, finalizou.
Observando o número de ocorrências que diminuíram na área, Marques, comandante da GCM, aconselhou aos moradores para continuarem atentos, ao chegarem, saírem de casa. “A movimentação de pessoas estranhas naquele período do dia, veículos, se perceber algo estranho passe direto. Tomar cuidado e prestar atenção são fundamentais”, disse.
Para Marques todas as reclamações devem ser feitas, para ajudar, de forma construtiva, não como aconteceu na reunião do Conseg, que três pessoas o criticaram, sem dar tempo de explicação. “As críticas na reunião foram de um grupo de três mulheres com interesse próprio, não coletivo”, finalizou.
A próxima reunião está marcada para o dia 26 de maio, às 16h.
Para acionar os integrantes do GTA (Grupamento Tático Ambiental), disque: 153. E para obter mais informações sobre as reuniões, data e hora, ligue: 4667 9409.
gcm1
Moradores discutem policiamento realizado pela GCM e PM

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela sua contribuição.
Inspetor Frederico

Onde Encontrar os Livros? Clik no Banner

Fale Conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
Cidade
Estado



http://www.linkws.com