Páginas

19 abril 2011

Casa do comandante da Guarda Municipal é alvejada por disparos


Sidney Navas

Na madrugada de segunda-feira, a residência do comandante da Guarda Civil Municipal, José Sepúlveda foi alvejada por pelo menos três disparos. Ele informou que apesar do susto não acredita que tenha sido vítima de um atentado.

“Eu acho que alguns marginais devem ter discutido e em algum momento disparos foram feitos e os projéteis atingiram a minha casa”, disse. Sepúlveda que não registrou a ocorrência nem na Polícia Militar e muito menos na Polícia Civil falou para a reportagem do JC que acordou com o barulho dos disparos e logo em seguida pode ouvir uma motocicleta saindo do local em alta velocidade.

Três projéteis acertaram em cheio a grade do portão. Os vidros da sala também foram atingidos. Mesmo depois do ‘suposto atentado’ o comandante da Guarda Civil Municipal não solicitou que o policiamento no Jardim Wenzel (onde ele mora) fosse reforçado. “Nada mudou na minha vida e, na minha opinião, isso foi uma discussão entre gangues. Não tenho inimigos e portanto não preciso me preocupar”, finaliza.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela sua contribuição.
Inspetor Frederico

Onde Encontrar os Livros? Clik no Banner

Fale Conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
Cidade
Estado



http://www.linkws.com