Páginas

17 abril 2011

Moradores se unem e vão construir base da GM no Lago Igapó 1 em Londrina



O mirante ficou abandonado e estava sendo usado para uso de drogas; moradores se cotizam e vão construir a base da Guarda Municipal no local.


· Os moradores de edifícios próximos ao Lago Igapó 1, na região do Jardim Petrópolis, zona sul de Londrina, decidiram se unir e levantar recursos para recuperar o mirante existente no local. A área será toda reformada e entregue para a prefeitura instalar no local uma base de segurança da Guarda Municipal 24 horas. O termo de compromisso da construção foi assinado na tarde desta quinta-feira (31), entre o prefeito Barbosa Neto, o secretário municipal de Defesa Social, Joaquim Antônio de Melo, e o síndico do Condomínio Residencial Torre do Lago, representando os moradores, Hélio Terzoni.
De acordo com o compromisso, o bairro está se cotizando entre os moradores de 20 condomínios residenciais da região, para levantar cerca de R$ 50 mil necessários para a obra. Segundo Terzoni, os moradores estão incomodados com o local que está sendo utilizado como ponto de usuário de drogas e, principalmente, pela falta de segurança que a região, que é utilizada pelos londrinenses diariamente para caminhadas e prática de exercício.
"Após a implantação da Guarda Municipal em Londrina, iniciamos conversações com a prefeitura para conseguir dar mais segurança para a região. Vamos nos cotizar, teremos uma comissão que vai acompanhar a obra e, desta forma, teremos dentro de 120 dias, a base instalada com guardas 24 horas por dia", afirmou.

Barbosa Neto, Joaquim Melo e Hélio Terzoni: compromisso
dos moradores em recuperar a área para o município
ceder agentes da Guarda Municipal






O local, que serviria de mirante e durante alguns anos foi posto do Corpo de Bombeiros, está abandonado desde a década de 90. O local chegou até a ser usado como mocó por andarilhos. O local, hoje, além de ar de abandono, apresenta um forte mau cheiro de urina e fezes. O secretário Joaquim de Melo afirmou que a parceria dos moradores é fundamental para se ter uma melhor estrutura para atendimento à comunidade. "Este local trará mais segurança aos moradores e frequentadores do Lago Igapó. Será um ponto de referência para as pessoas procurarem atendimento. Essa parceria é uma novidade na questão de segurança, pois os investimentos serão todos realizados pelos moradores da região. Essa parceria é legal, tendo passado pela avaliação da Procuradoria Jurídica do município", afirmou.
Ele disse que devem ficar nesta base dois guardas municipais fixos e 13 irão realizar o patrulhamento nas regiões. "Teremos veículos na área, o que vai ajudar em muito a reduzir a criminalidade nesta área. Como é uma área de grande concentração, principalmente aos finais de semana, teremos um atendimento melhor à população", salientou.
Já o prefeito Barbosa Neto informou que a conquista desta obra não é apenas dos moradores do residencial Torre do Lago, localizado em frente ao mirante, mas de toda uma região. "Além da segurança, a região está ganhando outras melhorias, como a troca da iluminação e a construção de uma nova ciclovia nas margens do Lago Igapó, entre outros investimentos que a região está recebendo", ressaltou.
Para ele, a ocupação deste espaço que está abandonado é uma oportunidade para a população voltar a usar os logradouros públicos com a presença constante da Guarda Municipal. "Vamos ajudar a reduzir ainda mais os índices de criminalidade no município". O prefeito anunciou ainda que outra base da GM, nos moldes do Lago Igapó, está sendo viabilizado na avenida Saul Elkind, na zona norte de Londrina.
Outros benefícios
Na região do Lago Igapó, o prefeito anunciou que estão sendo realizados estudos para melhorar o trânsito no local, em especial na avenida Souza Naves, que no horário de pico, é uma das poucas vias disponíveis ligando a área central à região sul da cidade. "Temos que resolver o problema do afunilamento do tráfego da Souza Naves nesta região. E estamos realizando os estudos para conseguirmos implantar ainda na minha gestão", afirmou.
Já o secretário Joaquim de Melo disse que um novo concurso da Guarda Municipal está sendo preparado, provavelmente para o meio do ano. De acordo com ele, serão contratados 300 novos guardas e que recursos para o orçamento estão garantidos para isso. "Conseguiremos elevar para mais de 500 guardas municipais na cidade, o que dará um bom suporte aos cerca de 800 policiais militares em Londrina", assegurou.
Por: Alexandre Sanches

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela sua contribuição.
Inspetor Frederico

Onde Encontrar os Livros? Clik no Banner

Fale Conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
Cidade
Estado



http://www.linkws.com