Páginas

02 abril 2011

Carta de despedida da Coordenadora-Geral de Ensino da Secretaria Nacional de Segurança Pública

Quando lerem esta carta estará terminado mais um ciclo em minha vida, pois estarão encerradas as minhas atividades junto à Coordenação-Geral de Ensino da Secretaria Nacional de Segurança Pública - SENASP, a qual tive a honra e o prazer de Coordená-la nos últimos 04 anos.

Poderia aqui citar as realizações que ocorreram ao longo desta permanência de 10 anos na SENASP, todos estes, na área de ensino, porém somente falaria para vocês o obvio, afinal de contas vocês foram testemunhas ativas dessa construção.

Claro que não fizemos tudo que desejávamos, mas fizemos muito do que nos foi possível fazer, de acordo com os recursos que dispúnhamos. Em nenhum momento, nos furtamos de defender a causa do Ensino em Segurança Pública.

A história normalmente costuma ser cruel com quem erra, e acreditem, em alguns momentos erramos, mas procuramos amadurecer com os erros e buscamos com isso sermos mais magnânimos com aqueles que erram. Todos nós somos sujeitos neste processo de aprendizado, e afinal de contas, a nossa Coordenação não é de Ensino?

Gostaria de fazer neste momento um agradecimento especial a todos vocês que comigo participaram desta jornada que continuará, sem minha Coordenação, mas não sem a minha ausência.

O meu agradecimento especial ao Dr. Ricardo Balestreri e à Dra Juliana Barroso que valorizaram e reconheceram o meu profissionalismo e dedicação, meu Muito Obrigada!

Percebo que é na agonia de uma despedida, quando forçosamente esse momento acontece que percebemos a profundidade dos nossos sentimentos e o valor de uma amizade. Se fôssemos capazes de saber quando e onde uma despedida deixa de ser uma ausência e o vazio deixado pela partida é preenchido pela presença daquele que partiu, a despedida seria menos dolorosa. Felizmente a vida continua, de uma forma ou de outra, a vida retoma o seu curso.

À nova Gestão, desejo de coração que sua caminhada seja plena de realizações e que não tenham que enfrentar os hercúleos obstáculos que tivemos que transpor para chegarmos até aqui. Não quero dizer com isso que não deve haver desafios, pois eles são necessários para aqueles que almejam o sucesso profissional, pois o que seria de Belerofonte sem a Quimera em sua vida.

Porém devo alertá-los também, para o alto preço que se paga nesta busca e que a única recompensa real é a satisfação de saber que de certa forma contribuiu para aprimorar os conhecimentos e a qualificação dos operadores de segurança pública, no demais tudo é fugaz.

A falta de ousadia, a inércia e a mesmice, chagas que assolam o Serviço Público, tentarão seduzi-los a cada instante, oferecendo uma opção mais confortável na condução da coisa pública, o que costuma ser sempre a justificativa de gestores medíocres mais interessados em suas insossas carreiras do que realmente inovar em segurança pública.

Lembrem-se que há profissionais de segurança ávidos pelo saber e precisamos saciá-los. Trabalhamos para eles e não o contrário, e por isso, serão cobrados.

Ainda não tenho destino traçado, mas a cada novo desafio, levarei comigo o mesmo afinco e a mesma dedicação dos 10 anos de SENASP.

Não me despeço dos meus amigos, porque na realidade, ainda que na minha ausência física, eles estarão eternamente comigo...As recordações constroem um caminho que chega ao meu coração e me permitem sentir meus amigos, sempre, muito perto de mim, mesmo que na realidade estejamos distantes...

Nunca deixo que as pessoas que me são queridas partam...levo-as comigo onde quer que vá, no meu pensamento e no meu coração...

Para finalizar não tenho como mensurar o amor que tenho pela minha equipe composta por profissionais tão dedicados, comprometidos e leais, vocês também são componentes da família que escolhi, afinal de contas eu passava mais tempo de minha vida ao lado de vocês.

Sentirei muita falta de cada um de vocês e tenho muito orgulho de ter tido a oportunidade de coordená-los.

Obrigada por todos os dias de união, companheirismo e luta!

Segue abaixo a foto da nossa árvore! A mais bonita que já vi, ela é linda e maravilhosa porque é feita de pessoas, seres humanos que por mais complexos que sejam carregam a capacidade do afeto, do amor e da doação e não existe nada mais importante do que isso nas nossas vidas. Boa jornada a todos!

Sei que essa carta, com o tempo será esquecida e por alguns até mesmo ridicularizada, mas concluo a mesma com a seguinte citação:

“O que fazemos em vida ecoa pela eternidade”

Respeitosamente,

MELISSA A. A. PONGELUPPI 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela sua contribuição.
Inspetor Frederico

Onde Encontrar os Livros? Clik no Banner

Fale Conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
Cidade
Estado



http://www.linkws.com