Páginas

07 junho 2011

Olho no Olho: direto ao ponto



Faltam pelo menos QUINHENTOS homens e armas de fogo para a Guarda Municipal de Curitiba. Hoje são oitocentas e cinquenta armas para mil e setecentos homens. A informação é do secretário da Defesa Social de Curitiba, Nazir Chaim, entrevistado por Joice Hasselmann no Olho no Olho desta segunda-feira. Segundo ele, para piorar a situação, os revólveres calibre 38 são antigos. O ideal seria que a corporação tivesse pistolas 380, o que deve acontecer até a Copa de 2014. Chaim admitiu ainda que o salário da guarda municipal não é satisfatório. Desde o início do ano, a categoria fez uma série de manifestações para pedir melhores condições salariais e de trabalho. O piso de mil e trezentos reais não foi possível neste momento, mas deve ser escalonado até 2014. O acordo com a corporação foi conseguido na base da conversa, de acordo com o secretário.

Ele comentou o número do efetivo.
Apesar de segurança pública ser atribuição do Estado, Chaim disse que a guarda tem ajudado a combater crimes, como furtos e roubos.
O Centro da cidade concentra 40% das ações.
O secretário explicou que, como não há arma para todos, os equipamentos mudam de mãos na troca de  turno. No próximo dia 21, quinhentas armas “aposentadas” pela polícia civil do Paraná serão doadas à Guarda Municipal.
Ele explicou como é o treinamento.
Chaim disse ainda que não tem pretensão de concorrer a cargos eletivos.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela sua contribuição.
Inspetor Frederico

Onde Encontrar os Livros? Clik no Banner

Fale Conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
Cidade
Estado



http://www.linkws.com