Páginas

26 abril 2012

Guardas municipais são preparados para a Copa de 2014

Publicada: 25/04/2012 19:25



Na manhã desta quarta-feira (25), trinta e sete agentes da Guarda Municipal de Salvador realizaram visita à Arena Fonte Nova, palco de jogos da Copa do Mundo 2014, que tem Salvador como uma das cidades-sedes. O convite foi feito pelo Escritório Municipal da Copa (Ecopa).
 
A visita foi iniciada com a exibição de um vídeo sobre o projeto de inclusão de moradores de rua, do entorno da antiga Fonte Nova, na construção da Arena. Atualmente, a obra conta com 27 operários oriundos do projeto.
 
“É muito bom saber que pessoas, até então à margem da sociedade, foram alcançadas por um projeto de inclusão no mercado de trabalho que beneficiará nossa cidade”, afirmou o guarda municipal Ricardo Castro. Para ele, a Copa do Mundo em Salvador trará mais benefícios do que se imagina. “Nós, guardas, pudemos ver de perto o projeto e o andamento das obras que trarão grandes investimentos esportivos, sociais e culturais para nossa capital”, complementou.
 
Os agentes de segurança do município tiveram ainda uma breve explanação sobre as datas históricas da antiga Fonte Nova e puderam tirar suas dúvidas a respeito do projeto. “O grupo funciona como multiplicador das informações, já que tem contato direto com pessoas do mundo inteiro no Centro Histórico”, afirma Elza Carolina, chefe do Centro de Formação da Guarda Municipal de Salvador (CFGMS).
 
Treinamento
 
O Grupo de Apoio ao Turista (GAT) foi criado em agosto de 2011, pela Guarda Municipal, com o objetivo de atender os turistas que chegam à capital baiana, prestando apoio e informação qualificada. O grupamento, formado por cerca de 40 guardas municipais, além de atuar diariamente no Centro Histórico de Salvador, participa de treinamento intensivo para a Copa de 2014.
 
A criação do GAT, coordenado pela Superintendência de Segurança Urbana e Prevenção à Violência (Susprev) - autarquia vinculada à Secretaria de Serviços Públicos e Prevenção à Violência (Sesp) -, surgiu da necessidade de reforçar a segurança e o atendimento ao turista. “Hoje esses guardas municipais já estão preparados para atuar de forma mais precisa e segura, graças aos cursos preparatórios realizados em parceria com diversas instituições”, destacou o coordenador do GAT, Joel Juvêncio.
 
Os guardas municipais são capacitados, através dos cursos de qualificação, nas áreas de língua estrangeira (inglês e espanhol); conhecimentos sobre história e geografia; introdução ao estudo do turismo, antropologia e psicologia aplicada ao turismo; estudo do Estatuto da Criança e do Adolescente e de legislação turística. A carga horária dos cursos, nas áreas de conhecimentos específicos, varia de 8 a 96 horas.
 
A corporação frequenta também aulas de conhecimentos sobre direitos humanos e política da paz; relações públicas internacionais e diplomacia; técnicas de negociação e resolução de conflitos; escolta e acompanhamento de autoridades; defesa pessoal, uso progressivo da força e primeiros socorros. Um grupo de 15 guardas do GAT foi treinado para operar a Taser, arma de choque de baixa letalidade, ministrado por oficiais do 18º Batalhão da Polícia Militar, com carga horária de 30 horas.
 
Os cursos de treinamento destinados aos guardas já fazem parte da capacitação para a atuação do GAT, na Copa de 2014. De acordo com o supervisor do grupamento, Amilton Freitas, o treinamento é feito em parceria com o Serviço Municipal de Intermediação de Mão de Obra (Simm), Empresa Salvador Turismo (Saltur) e Associação dos Comerciantes do Centro Histórico (Acopelô).
 
Atuação
 
Os guardas municipais atuam nas estações de transbordo, praças, parques e prédios públicos, monumentos, postos de saúde, escolas, Centros de Referência de Assistência Social (Cras) e Centros de Atenção Psicossocial (Caps). Além disso, prestam apoio a órgãos municipais, como a Superintendência de Controle e Ordenamento do Uso do Solo do Município (Sucom),  nas operações de combate à poluição sonora; à  Secretaria de Serviços Públicos e Prevenção à Violência (Sesp), no ordenamento do comércio informal e à Secretaria Municipal da Saúde (SMS),  nos mutirões de combate à dengue.
 
Os agentes estão presentes também nas festas populares e eventos cívicos, realizados em Salvador, como nas lavagens do Bonfim e de Itapuã, Festas de Iemanjá, de Nossa Senhora da Conceição da Praia e Réveillon, no Farol da Barra e nos bairros; no Carnaval, desfile do 2 de Julho e de 7 de Setembro.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela sua contribuição.
Inspetor Frederico

Onde Encontrar os Livros? Clik no Banner

Fale Conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
Cidade
Estado



http://www.linkws.com