Páginas

21 dezembro 2011

Funcionários públicos municipais, em greve há 13 dias, ocuparam o jardim da Prefeitura




O Vídeo depois de editado fica uma maravilha, inclusive com direito aos cortes e publicado conforme seus interesses. Observem com atenção entre o oitavo e o décimo segundo da filmagem.
Quem é que está mexendo e puxando de um lado para outro a Barraca Branca?
Vemos nitidamente manifestantes, com camisa na cor vermelha.
Por sua vez os Guardas Municipais, com profissionalismo e cumprindo seu dever legal, estão apenas e tão somente retirando do gramado e do jardim as barracas “iglu” e as madeiras que seriam utilizadas para a edificação de uma barraca maior.
Entre os 18 e 28 segundos da filmagem editada, vemos os Guardas Municipais recolhendo as madeiras e inutilizando as mesmas, haja vista o risco de poderem ser utilizadas de maneira diversa da sua finalidade inicial.
No vigésimo nono segundo, vemos este Inspetor saindo com um pedaço de madeira, e ao fundo a “Barraca Branca”, isso mesmo, aquela mesma “Barraca Branca” que vemos no início da filmagem, sendo mexida pelos manifestantes de um lado para o outro, entre o oitavo e o décimo segundo. Agora, propositalmente jogado atrás da guarnição, dando a entender que foram os guardas e este inspetor que quebraram, usando esses pedaços de madeira levados pelos próprios manifestantes.
Pergunta:
Cadê a filmagem da violência dos Guardas quebrando esta “Barraca Branca” que fica aparecendo do trigésimo ao quadragésimo segundo da filmagem?
É muito fácil se passar por vítima, curioso que a ação destes manifestantes era tão bem intencionada e dentro da legalidade, que os mesmos apareceram na calada da noite, por volta das 4h30 (madrugada), sendo mais ou menos trinta pessoas, inclusive estando presente o advogado do Sindicato. Na sequência, colocaram rapidamente dois veículos em cima da calçada (contra as leis de trânsito) e em seguida começaram a montar as três barracas de camping, a tenda branca de praia e a bater martelo e pregar as ripas nas árvores, para jogar uma lona preta utilizada pela defesa civil, a fim de cobrir a suposta “barraca”.
A Guarda Municipal sob o meu comando no local, orientou e solicitou a retirada do material do gramado, auxiliando na condução do referido equipamento, mesmo debaixo de provocações e palavras feris, inclusive provocações de cunho pessoal.
Última pergunta:
Existe algum relato, imagem ou filmagem de um manifestante efetivamente sendo agredido pelos Guardas Municipais?
Ressalte-se que, como Inspetor comandei a prisão dos 37 torcedores que destruíram um coletivo nas proximidades do Teatro Paiol, a prisão de outros 20 torcedores que estavam se digladiando com paus e pedras no terminal do Santa Cândida, a prisão dos 32 pichadores que estavam realizando um “congresso” na região Central de Curitiba, a retirada de invasão na região da nascente do Rio Belém, dentre outras operações de pequeno, médio e grande porte. Nunca, em momento algum, permiti ou tive algum registro de violência física ou moral, tanto da minha pessoa quanto dos meus comandados, basta acompanhar as publicações no meu Blog ou no meu canal do YouTube.
________________________________________________________________________________

RESPOSTA A PUBLICAÇÃO VIA E-MAIL:


Assunto do contato divergencias
Nome carol
E-mail : xxxxxxxxxxxxx
Mensagem Por volta das 4:30h da manhã já estavam todas as barracas armadas e viatura atrás de viatura chegavam ao local. Os guardas foram organizando um "cinturão" perto de onde estávamos. Havia cerca de 32 guardas municipais e 13 viaturas. Qdo o inspetor deles se aproximou o Diogo foi em direção a ele para conversar. O inspetor disse: "Vocês precisam tirar essas barracas daqui agora". O Diogo, de forma bastante tranquila, tentou dizer que permaneceríamos ali até o prefeito nos receber, mas nem pode terminar a frase. Num ato truculento o inspetor começou a quebrar a tenda e a retirar outras barracas, ajudado por uma guarda. NÃO HOUVE SEQUER A OPORTUNIDADE DE DIÁLOGO. Eu não levei a minha camera e precisei de uns 2 ou 3 minutos pra pensar que poderia filmar com meu o Ipad (por isso não tenho imagens do momento da quebradeira, apenas do momento da retirada do que foi quebrado). Qdo comecei a registrar tudo, o Frederico e sua ajudante recuaram na truculencia (a camera inibe né??). As barracas quebradas, tendas e as lonas foram apreendidas. Os excluídos então sentaram-se na grama e lá ficaram, como vcs sabem! Sim, o vídeo foi editado lá na frente da PMC mesmo para que o upload pudesse ser feito, pq no total são 18 minutos de imagens e esses 44 segundos foram selecionados a pedido do pessoal da RPC que assistiu parte do vídeo de 18 minuto pelo Ipad lá mesmo, no local! Gostaria de ver o Sr. Frederico publicar o vídeo de 18 minutos onde aparece a Alessandra lembrando a todos os guardas sobre a greve deles e de como o Fredererico se comportou na época, imagens onde o Patrick, num desabafo, lembra aos guardas sobre seus colegas que morriam antes de serem apoiados pelos sismuc na greve, onde os guardas são lembrados que eles mesmos já acamparam em greve e por aí vai. São imagens que mostram, principalmente, um grupo de grevistas que reage à violência com diálogo e onde a reação dos demais guardas frente a truculência do inspetor foi a de negaram-se a ajudar na destruição... guardas que, quando o inspetor se virava, faziam sinais de apoio aos excluídos também constrangidos pelo desrespeito! Fato, a guarda não foi truculenta... o FREDERICO foi!!! Fomos surpreendidos pelo seu ato, tanto é que eu nem estava preparada para filmar e as imagens foram feitas num improviso. Se o objetivo era zelar pelo patrionio público, que ficassem em torno do acampamento, no tal "cinturão humano" como estão agora. Mas é isso pessoal... vou disponibilizar o vídeo inteiro ao sismuc para publicação, mas não vou entrar nessa guerrinha... já estamos cansados da manipulação das informações. Temos questões mais relevantes para serem tratadas agora né, pessoa????
Cidade CTBA
Estado Paraná




Um comentário:

Muito obrigado pela sua contribuição.
Inspetor Frederico

Onde Encontrar os Livros? Clik no Banner

Fale Conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
Cidade
Estado



http://www.linkws.com