Páginas

24 julho 2011

Mudança em jornada reduz atuação brigada e GM



Lucas Valério

A Guarda Municipal de Mogi Mirim precisou adequar a distribuição do efetivo para atender a mudança na carga horária prevista pela prefeitura. Se antes os Gm’s faziam a jornada de 12x24 e 12x48, com revezamento, agora seguirão o período comum aos servidores, cumprindo oito horas diárias de trabalho.
O problema é que com isso, as corporações que atuavam no regime antigo, tiveram que se readaptar e quem saiu prejudicada, claro, foi a população. Segundo informações obtidas por A COMARCA no último domingo, em um dos turnos, apenas uma viatura da GM estava disponível na cidade.
Outro problema revelado por membros do Departamento de Segurança vem da Brigada de Incêndio. Na última quinta-feira, 14, um incêndio tomou conta de um terreno no Jardim Murayama II, mas pela falta de profissionais, não foi possível combater o fogo. Segundo informações internas, havia apenas dois brigadistas de plantão, sendo um para atender as ocorrências e outro motorista, impossibilitando o atendimento ao caso.
A reportagem de A COMARCA procurou o chefe do departamento, Major Getúlio de Macedo, porém o oficial não se manifestou a respeito do assunto, bem como a prefeitura.
A mudança na jornada de trabalho foi oficializada na sexta-feira, 8, como uma espécie de punição ao movimento dos GMs por aumento de salário e ameaça de greve e desagradou os guardas municipais, que preferiam a regulamentação da antiga jornada.

Extraída de: http://www.acomarca.com.br/?pg=noticia&id=1456

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela sua contribuição.
Inspetor Frederico

Onde Encontrar os Livros? Clik no Banner

Fale Conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
Cidade
Estado



http://www.linkws.com