Páginas

24 julho 2011

CPI da exploração sexual traça parcerias para investigações

Uma reunião entre a Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI), que investiga a exploração sexual infantil em Fortaleza, e instituições de segurança pública ocorreu na Câmara Municipal, na última terça-feira (19/07). No encontro, depoimentos e encaminhamentos das ações da CPI ainda para este mês de julho.
Genilson de Lima
Reunião CPI
CPI traçou parcerias com órgãos de segurança para auxílio nas investigações
Integrantes das polícias Rodoviária Federal, Civil, Guarda Municipal, Delegacia de Imigração da Polícia Federal e a Delegacia de Combate a Exploração da Criança e do Adolescente (Dececa) deram depoimentos, sugeriram ações e se comprometeram em contribuir no processo dessa CPI.

A vereadora Eliana Gomes (PCdoB), relatora da CPI, intensificou a importância do funcionamento dos Conselhos Tutelares 24h e a melhoria das suas condições de trabalho para haver uma parceria mais eficiente com a Dececa. “É preciso também que a população se sinta segura e denuncie”, frisou a comunista.

Segundo Ivana Timbó, titular da Dececa, a instalação da CPI vale a pena assim como qualquer outra ação que combata o crime de exploração sexual. “O Estado do Ceará não perdoa a exploração sexual, quem for pego em flagrante dificilmente é solto, os crimes são inafiançáveis. E isso foi conseguido com as campanhas e CPIs”, afirmou.

Participaram da reunião os vereadores Antônio Henrique (PTN), presidente da Comissão, Ronivaldo Maia (PT) e Alan Terceiro (PT do B). Também participaram do encontro o chefe da Delegacia de Imigração da Polícia Federal, Thomaz Wlassak; o major da Polícia Militar, Francisco Teófilo, e o inspetor Ricardo Torres, da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Fonte: Assessoria da vereadora Eliana Gomes

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela sua contribuição.
Inspetor Frederico

Onde Encontrar os Livros? Clik no Banner

Fale Conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
Cidade
Estado



http://www.linkws.com