Páginas

03 julho 2011

Coordenador Regional do PSDC é preso em São Caetano


O empresário Adriano Pieroni, 46, coordenador regional do PSDC e presidente da sigla em Santo André, foi preso em flagrante às 18h15 desta segunda-feira (27/06), em São Caetano, após invadir uma base da Guarda Municipal portando uma faca na tentativa de agredir a ex-mulher. Ele ainda agrediu guardas civis.
 
O democrata-cristão, segundo fontes próximas, alegou que usaria a arma para se matar, mas a mulher e a sogra já haviam informado que ele bateu o veículo no carro em que elas estavam com as duas filhas do casal.
 
Assustada, a esposa desceu numa base da Guarda Municipal, quando o suspeito desceu atrás ameaçando-a de morte. Pieroni foi levado ao 1° DP de São Caetano, onde continua detido.
 
Um guarda civil municipal viu dois carros entrando sem autorização na sede da Guarda Municipal. Um dos veículos era um Fiat Punto conduzido pela sogra dele, que estava acompanhada da filha e das netas de 11 e 15 anos. A sogra pedia socorro ao guarda dizendo que estava sendo seguida pelo genro, o motorista do Ford Fusion, que ameaçava matá-las.
 
O GCM socorreu as vítimas para o interior da sede e tentou acalmar o empresário, que estava bastante alterado emocionalmente e parecia estar embriagado. Ele entrou na sede ameaçando a ex-mulher e chegou a agredir um GCM, que precisou usar a força para contê-lo. O empresário foi colocado em uma viatura, onde chutou várias vezes o veículo com o objetivo de quebrar o vidro. Ao chegar à delegacia, ofendeu e agrediu os guardas.
 
A perseguição
 
A vítima chegava em casa, onde ainda mora com o empresário, quando uma de suas filhas o viu na porta do prédio. Ele entrou no Ford Fusion e passou a seguir o veículo da ex-mulher, que no dia anterior havia registrado um boletim de ocorrência de ameaça.
 
Enquanto a perseguia, o empresário bateu seu carro contra a traseira do Fiat Punto. Foi quando as vítimas entraram na sede da Guarda Municipal.
 
Dentro do carro foi apreendida uma faca de aproximadamente 15 cm, R$ 5.952 e um celular. O suspeito realizou exame de sangue para comprovar a embriaguez ao volante. Como o veículo utilizado por ele está em nome de terceiros, o Ford Fusion foi apreendido e encaminhado ao pátio para ser entregue ao proprietário após perícia técnica.
 
O empresário permanece na Delegacia de São Caetano, preso em flagrante por violência doméstica, ameaça, tentativa de dano qualificado, desacato, embriaguez ao volante, dano e injúria.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela sua contribuição.
Inspetor Frederico

Onde Encontrar os Livros? Clik no Banner

Fale Conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
Cidade
Estado



http://www.linkws.com