10 janeiro 2011

Secretário de Segurança Pública de Campinas, Carlos Henrique Pinto, garante que a melhor integração entre as polícias e a Guarda Municipal vai levar mais tranquilidade à população

Novo secretário diz que integração vai melhorar a segurança

Carlos Henrique Pinto admite déficit no efetivo, mas garante que situação vai melhorar

09/01/2011 - 11:26
Alterar o tamanho da letra A+A-
O novo secretário de Segurança Pública de Campinas, Carlos Henrique Pinto, garante que a melhor integração entre as polícias e a Guarda Municipal vai levar mais tranquilidade à população a partir deste ano. Nesta entrevista ao EP Campinas, o ex-titular da pasta de Negócios Jurídicos, admite que o efetivo policial na cidade é pequeno, mas que vai cobrar uma presença mais efetiva do governo do estado nesta área. Também pretende enfrentar o problema do crack e, em dois anos, quer entregar o cargo com uma redução no índice de homicídios.


video

Mais segurança
Com a verba de R$ 71 milhões para este ano na sua pasta – o Orçamento de Campinas para 2011 é de R$ 3,2 bilhões -, Carlos Henrique Pinto diz o que é possível fazer para aumentar a sensação de segurança para a população, inclusive nos bairros mais afastados do centro.



videoO déficit policial na cidade é reconhecido pelo secretário. A proporção polícia/população está longe do ideal, mas Carlos Henrique Pinto garante que uma maior integração nos trabalhos das polícias e da Guarda Municipal pode mudar esse quadro na cidade.Integração das polícias

video

Cidade ampla
O tamanho de Campinas, com a população superior a um milhão de habitantes espalhada pela periferia, é outro desafio da segurança pública na cidade. Levar policiamento aos bairros mais afastados é uma meta que o secretário garante perseguir nos próximos dois anos.

video



Desafios do crack
O consumo e a venda do crack, desafios das metrópoles e problema citado até no discurso de posse pela presidente Dilma Rousseff, é mais um item na lista da pasta de segurança em Campinas. Para o secretário, um problema a ser enfrentado em duas frentes.


video



Homicídios
Ao entregar o cargo, daqui a dois anos, Carlos Henrique Pinto acredita que o índice de homicídios de Campinas estará no patamar de 10% para cada grupo de cem mil habitantes. Hoje o índice está em 13%, com 159 mortos em 2010, numa sequência de crescimento nos últimos três anos.

Um comentário:

  1. este secretario estra no caminho certo.otima iniciativa, guarda civil esta a altura para qualquer situação, acho que foram treinados para isto, PARABENS PARA O SECRETÁIO.

    ResponderExcluir

Muito obrigado pela sua contribuição.
Inspetor Frederico

Onde Encontrar os Livros? Clik no Banner

Fale Conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
Cidade
Estado



http://www.linkws.com