Páginas

08 janeiro 2011

Defesa Civil e Guarda Civil Municipal Rio Claro

TEMPO: chuva abre cratera de dois metros na Vila Operária e assusta moradores do bairro

07/01/2011 - 05h58 , sem atualização
Chuva forte na madrugada dessa quinta-feira (6) causou a abertura de uma cratera de dois metros na Rua 3, Vila Operária
Chuva forte na madrugada dessa quinta-feira (6) causou a abertura de uma cratera de dois metros na Rua 3, Vila Operária

Ednéia Silva

Alagamentos, buracos, rompimento de adutora. Esses foram alguns transtornos causados pela chuva na última quarta-feira (5), o dia mais chuvoso do ano. Somente nesse dia choveu 91 milímetros totalizando 266,3 milímetros no mês.

Por conta disso, vários estragos foram causados na cidade. A chuva abriu uma cratera de dois metros na Rua 3 com a Avenida 42 no bairro Vila Operária. O local foi interditado pela Defesa Civil e Guarda Civil Municipal.

A Secretaria de Obras informou que “está colocando terra para fazer a compactação do solo com a finalidade de reduzir os riscos de desmoronamento nas imediações. Em seguida, será feita a avaliação técnica da área para estabelecer as providencias que serão tomadas na sequência para solucionar o problema”.

Segundo o mestre de Obras, José Leite Santiago, a chuva da madrugada causou a erosão. “Quando chove nesta rua, forma 25 cm de altura de água na calçada, o que ajudou na formação na erosão”, explica.

Nesta quinta de manhã, técnicos da Defesa Civil e funcionários da Secretaria de Obras estavam no local tentando conter a erosão para liberar o trânsito. “Eles precisam ajeitar o local para liberar o trânsito, já a nossa preocupação é para que a água não entre na obra”, comenta Santiago. Ele comanda uma obra que está sendo realizada na antiga fábrica de bebidas Sabará. A obra consiste na construção de quatro torres de 20 andares cada para tentar conter a erosão. A previsão de entrega é de 24 meses.

Também por causa da chuva, houve novo rompimento de parte da rede água na região do Jardim Inocoop na madrugada desta quinta-feira. A equipe de manutenção do Daae (Departamento Autônomo de Água e Esgoto) esteve no local na manhã dessa quinta para consertar a tubulação. Por conta disso, o fornecimento de água teve que ser suspenso afetando os bairros Inocoop, Jardim Novo I, Chácara Lusa e Residencial Quebec I e II.

Por causa da chuva, a Defesa Civil intensificou o monitoramento dos rios Corumbataí e Ribeirão Claro dos pontos com risco de alagamentos. Ainda não há dados sobre a situação do nível dos rios.

Segundo o auxiliar administrativo da entidade, Rodrigo Mateus, com a chuva de quarta-feira o córrego transbordou cobrindo a ponte localizada na Estrada de Jacutinga.

Também foi registrado foco de alagamento na Avenida Presidente Kennedy e no Jardim Nova Rio Claro, onde o nível do Córrego São Pedro subiu.


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela sua contribuição.
Inspetor Frederico

Onde Encontrar os Livros? Clik no Banner

Fale Conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
Cidade
Estado



http://www.linkws.com