Páginas

25 agosto 2011

Ouvidoria Itinerante chega ao bairro Mariana Torres

Publicado em 23/8/2011, às 10h08
 Última atualização em 23/8/2011, às 18h30

Paulo Dimas
Atendimento foi realizado na Rua G, próximo ao Centro de Referência à Assistência Social do bairro
No local: Atendimento foi realizado na Rua G, próximo ao Centro de Referência à Assistência Social do bairro

Volta Redonda
A GM (Guarda Municipal) promoveu, hoje (23), no Mariana Torres, a Ouvidoria Itinerante, que funciona no trêiler da corporação. O atendimento foi realizado na Rua G, próximo ao Cras (Centro de Referência à Assistência Social) do bairro. A ouvidora Vera Cuiabano informou que grande parte das reclamações feitas pelos moradores foi referente ao excesso de velocidade dos ônibus que circulam pelo bairro.
- É um absurdo como os motoristas descem em alta velocidade. Se os ônibus perderem os freios, passageiros e pedestres correm o risco de se acidentar - disse o estudante Diogo Patrick Benevides Carrupt, de 15 anos.
Acompanhe as notícias do DIÁRIO DO VALE também pelo Twitter.
A dona de casa Maria Nascimento, 32, também falou sobre o suposto abuso de velocidade dos motoristas do transporte coletivo que atende o bairro.
- Não sabemos mais o que fazer, já reclamamos e nada mudou. As ruas são estreitas e as curvas fechadas, mesmo assim, eles abusam da velocidade. Uma providência deve ser tomada, antes que algo grave aconteça - afirmou.
Vera Cuiabano informou que um ofício, solicitando uma solução para o problema, será enviado à Suser (Superintendência dos Serviços Rodoviários), responsável pela fiscalização do transporte coletivo da cidade.
Segundo a ouvidora, o objetivo do trabalho é aproximar o cidadão do serviço promovido pela GM, por meio de reclamação, informação, sugestão, denúncia ou elogio, da forma mais democrática possível.
De acordo com ela, as repostas das manifestações feitas na Ouvidoria Itinerante são imediatas. Ela ressalta que apenas as que dependem do parecer de outros setores da prefeitura demoram um pouco mais.
- Queremos facilitar o cotidiano das pessoas que não têm tempo para se deslocar até a sede da Guarda Municipal, na Ilha São João, que não têm acesso fácil à internet ou ainda que não gostem de falar por telefone. Nesse caso, que procurem saber qual é o próximo local de atendimento para fazer a sua manifestação - orientou Vera Cuiabano, ao destacar que a Ouvidoria Itinerante está percorrendo os bairros mais afastados do Centro. 
O comandante da Guarda Municipal, major Luiz Henrique Monteiro Barbosa, e 13 agentes da corporação - supervisores e inspetores - participam desde hoje, no Rio de janeiro, do seminário "Engenharia de sinalização de trânsito e sua fiscalização".
O evento, que termina nesta quarta-feira, está sendo realizado no auditório da Fundação DER (Departamento de Estradas de Rodagem), no Centro do Rio, e é promovido em parceria com o Cetran (Conselho Estadual de Trânsito).
O objetivo, de acordo com os responsáveis, é promover maior integração entre as autoridades de trânsito dos municípios com trechos de vias estaduais e/ou federais localizados na região central, ou com indispensável acesso aos municípios integrantes dessas áreas, no sentido da implantação, manutenção e fiscalização de ações voltadas à eficácia da gestão da segurança do trânsito local.
Conforme o major Luiz Henrique, a atualização dos agentes aprimora o trabalho desenvolvido pela corporação:
- É de suma importância que estejamos sempre realizando cursos de atualização, juntamente com os municípios vizinhos, para que possamos andar afinados com a legislação. 


Leia mais: http://diariodovale.uol.com.br/noticias/4,45065,Ouvidoria-Itinerante-chega-ao-bairro-Mariana-Torres.html#ixzz1W2bkZZR1

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela sua contribuição.
Inspetor Frederico

Onde Encontrar os Livros? Clik no Banner

Fale Conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
Cidade
Estado



http://www.linkws.com