Páginas

21 agosto 2011

Guarda Municipal vigiará portões da escola onde professoras foram agredidas em São José

Conselho Tutelar acompanhará a criança de nove anos, filha da agressoraAgentes da Guarda Municipal de São José vigiarão os portões do Centro Educacional Municipal Santa Ana, no bairro Colônia Santana, na próxima semana.Nesta manhã de terça-feira, uma professora e uma orientadora da escola foram agredidas por uma mãe de aluno, que sofre de esquizofrenia








A mãe teria sido chamada para comparecer na instituição porque a filha de nove anos faltava com frequência. Ao chegar na escola, a agressora entrou na sala de aula e deu socos e chutes na professora Karina Schmitt Lohn e na orientadora Elaine Derewalany. 
Professora levou socos na cabeça e chutes pelo corpo - Caio Marcelo / Agencia RBS
Professora levou socos na cabeça e chutes pelo corpo
Foto:Caio Marcelo / Agencia RBS
O soldado Maurício Sebastião Rampi, que atendeu a ocorrência no posto da PM no bairro, disse que fez o boletim por lesão corporal, mas que a mãe está em tratamento psiquiátrico desde 2006 e, por isso, não responderia por seus atos. O boletim será encaminhado ao Fórum, que poderá determinar uma medida protetiva proibindo a mulher de chegar perto das professoras e da escola.
A diretora pedagógica da Secretaria de Educação de São José, Margarete Sandrini, afirmou que os alunos e professoras agredidas receberão atendimento psicológico depois do episódio. A professora receberá a opção de ser transferida e também será chamado o conselho tutelar para acompanhar a filha de nove anos da agressora.
DIÁRIO CATARINENSE



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela sua contribuição.
Inspetor Frederico

Onde Encontrar os Livros? Clik no Banner

Fale Conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
Cidade
Estado



http://www.linkws.com