Páginas

01 março 2010

COM GUARDA MUNICIPAL EM GREVE, ZOOLÓGICO DE CURITIBA É ASSALTADO


Plantão | Publicada em 01/03/2010 às 17h04m

O Globo
  • R1
  • R2
  • R3
  • R4
  • R5
  • MÉDIA: 0,0


SÃO PAULO - O Zoológico de Curitiba, no Paraná, foi assaltado na noite deste domingo. A sede administrativa do parque, que é vigiada por guardas municipais durante a noite, estava sem segurança em decorrência da greve da categoria, iniciada em 22 de fevereiro. Os ladrões levaram freezers, geladeiras, computadores, máquina de lavar, microondas, furadeiras e uma série de ferramentas das oficinas, usadas para manutenção do zôo. Também levaram rações e outros alimentos dos animais. O prejuízo está estimado entre R$ 80 mil e R$ 100 mil.

- Desde 2005, o local tem recebido diversas melhorias, e agora perdemos quase tudo em uma noite - disse o diretor do Zoológico, Marcos Traad.

A Polícia Civil foi acionada e o Instituto de Criminalística esteve no local para fazer uma perícia na manhã desta segunda-feira.

Foi solicitada à Prefeitura a compra de carne e ração em caráter emergencial para alimentar os bichos.

A sede de um grupo de escoteiros localizada no Parque Túlio Vargas, em Vila Sandra, também em Curitiba, vigiada pelos guardas municipais, também foi invadida e roubada neste fim de semana. Os bandidos picharam a casa dos guardas municipais e levaram barracas e aparelhos eletroeletrônicos do local. Eles entraram pelo telhado e depredaram janelas e portas. os ladrões também tinham separado os computadores para levá-los, mas a invasão foi descoberta antes do roubo.

Segundo o Portal RPC, na manhã desta segunda-feira, os grevistas promoveram uma manifestação em frente à Câmara Municipal, na tentativa de conseguir que os vereadores intermediassem uma nova rodada de negociações com o prefeito Beto Richa.

Na sexta-feira, a Prefeitura informou que está realizando um levantamento para denunciar à Justiça que os guardas municipais não estão cumprindo a determinação judicial, que decidiu que 70% do efetivo devem continuar prestando serviços à população. De acordo com a Prefeitura, o índice de guardas que ocuparam seus postos de trabalho na semana passada foi de 50%.

De acordo com o Portal RPC, o prefeito Beto Richa ofereceu reajuste salarial de 8%, o que elevaria os salários da categoria de R$ 710 para cerca de R$ 767. Em assembleia, a categoria decidiu manter a paralisação.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela sua contribuição.
Inspetor Frederico

Onde Encontrar os Livros? Clik no Banner

Fale Conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
Cidade
Estado



http://www.linkws.com