Páginas

23 agosto 2009

AUDIÊNCIA PÚBLICA PARA DISCUSSÃO DO PROJETO DE LEI 486/09 DO EXECUTIVO QUE CRIA GRATIFICAÇÃO AOS POLICIAIS MILITARES.

No dia 12-08-2009 foi realizada pela Comissão de Constituição e Justiça da Câmara Municipal de São Paulo a audiência pública sobre o Projeto de Lei n.º 486/09, que cria gratificação para os policiais militares, com remuneração paga com dinheiro de município.

O que isso tem haver com a GCM?

O efetivo da Guarda Civil Metropolitana aguarda há mais de 12 anos por um reajuste que compense as perdas inflacionárias e o aumento do custo de vida. Eventual gasto da prefeitura com servidores estaduais, em tese, pode significar o uso de uma verba que poderia servir para reajustar o salário dos integrantes da GCM.

Preocupados com o comprometimento da verba, estiveram presente na audiência pública todos os representantes de entidades de classe da GCM (associações e sindicatos). Também estiveram presentes representantes de classe da Polícia Civil e Polícia Militar.

Abertas as discussões, todos os presentes foram unânimes em afirmar que não são contra a instituição da gratificação aos policiais militares, contudo, fizeram ressalvas no sentido de que os integrantes da Guarda Civil Metropolitana também deveriam ser valorizados e contemplados com reajustes e gratificações. O mesmo posicionamento foi dado em relação aos integrantes da Polícia Civil.

Representantes das polícias Civil, Militar e da Guarda Metropolitana (GCM) manifestaram suas opiniões. Pediram que o debate fosse prolongado e que a Polícia Civil e a GCM também pudessem ser contempladas.

De acordo com as entidades, um plano de metas e a diminuição da criminalidade deveriam ser levados em conta para o pagamento das gratificações.


O líder do governo, vereador José Police Neto (PSDB), elogiou a qualidade do debate e destacou os pontos a serem discutidos: "É importante a integração das polícias, mas o que discutimos é se essa integração se dará de fato." A respeito das gratificações para coronéis e soldados Police disse que "o projeto acompanha uma regra de hierarquia já estabelecida entre eles." Quanto a GCM, informou-se que um projeto relativo à categoria se encontra em discussão entre as secretarias.

O Vereador José Police Neto, representante do Governo, apresentou a nota da Secretaria Municipal de Segurança Urbana que aponta 10 itens que estão sendo discutidos em benefício dos Guardas Civis Metropolitanos. O Vereador João Antônio do PT rebateu dizendo que as informações são vagas porque não há prazo definido para a concretização do que foi anunciado.

Todos os vereadores presentes aos debates foram unânimes em afirmar que há a necessidade de ser apresentada uma emenda para que no projeto conste uma gratificação aos GCM's e aos Policiais Civis, ou que seja enviado um outro projeto com esse mesmo teor, para tramitar paralelo ao 486/09.

Participaram dos debates os vereadores
Abou Anni (PV); Alfredinho (PT); Celso Jatene (PTB); Claudinho (PSDB); Ítalo Cardoso (PT); João Antonio (PT); José Police Neto (PSDB).

No final da tarde, a CCJ aprovou ainda parecer favorável ao PL
486/09, do Executivo, com o voto simbólico sobre a necessidade da Guarda Civil Metropolitana também ser contemplada.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela sua contribuição.
Inspetor Frederico

Onde Encontrar os Livros? Clik no Banner

Fale Conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
Cidade
Estado



http://www.linkws.com