Páginas

12 janeiro 2010

Quatro que atiraram em GMs no Jd. Nova Esperança estão presos

Marcelo Roma - Redação Cruzeiro do Sul
Notícia publicada na edição de 12/01/2010 do Jornal Cruzeiro do Sul, na página 6 do caderno A - o conteúdo da edição impressa na internet é atualizado diariamente após as 12h.
Veja mais fotos desta matéria
  • Emídio MarquesMárcio e Miguel foram presos numa tentativa de roubo a posto de combustíveis

A polícia agiu rápido e os quatro acusados de atirar em guardas municipais no Jardim Nova Esperança, na madrugada de 6 de janeiro, estão presos. O ataque não foi feito diretamente à base da GM no bairro, mas nas proximidades. Quatro guardas trocaram tiros com os criminosos e ninguém se feriu. Dois dos acusados tinham sido presos na semana passada, durante roubo à lanchonete Habib's do Jardim Santa Rosália: Fábio Rodrigues da Silva, 19 anos, e Alex Caires da Silva, 31.

Outros dois foram presos ontem numa tentativa de roubo a posto de combustível da avenida Comendador Pereira Inácio. São eles Márcio André de Jesus, o “Besourinho”, 27, e Miguel Novakovski Hardt, 34. A prisão do grupo foi divulgada ontem à tarde pela Polícia Civil, na Delegacia de Investigações Gerais (DIG), com a presença do delegado seccional André Moron, o secretário municipal de Segurança Comunitária, José Milton da Costa, e o comandante da Guarda Municipal, Carlos Eduardo dos Reis Leal.

O delegado seccional explicou que a Polícia Civil deu prioridade ao esclarecimento do ataque e ressalta que não foi um atentado à instituição Guarda Municipal, mas um confronto entre criminosos do bairro e os guardas. “Naquela noite houve baile funk no bairro e um grupo suspeito foi visto”, segundo Moron. Os GMs resolveram averiguar, foram atacados a tiros e dispararam de volta.

Para o secretário de Segurança Comunitária é importante a permanência de GMs no Jardim Nova Esperança, para dar segurança aos moradores. De acordo com ele, há criminosos no bairro, mas a maioria é formada por trabalhadores. Costa lembra que durante a madrugada, os GMs não ficam na base, mas fazem rondas pelo bairro em viaturas. O horário em que a base está desativada vai das 22h às 8h do dia seguinte.

Policiais da DIG e da Delegacia de Investigações Sobre Entorpecentes (Dise) confirmaram que os quatro atiraram nos GMs. Fábio e Alex haviam sido presos na quinta-feira, em ação da Polícia Militar. Ontem de manhã foi a vez de Márcio e Miguel serem presos. Segundo o delegado José Humberto Urban Filho, da DIG, eles planejaram roubo ao posto de combustível localizado próximo à Rodoviária.

Policiais civis ficaram de prontidão no posto, desde as primeiras horas de ontem, e pegaram Márcio e Miguel de surpresa, no momento que iam render os frentistas. Os dois estavam armados de revólveres calibre 38 e houve troca de tiros. Com maior número de policiais, Márcio foi dominado. Miguel, no entanto, tentou fugir. Correu e se escondeu no jardim de uma casa desocupada, a uma quadra do posto.

Pessoas na rua indicaram aos policiais onde o criminoso se escondeu. Ele havia jogado a arma debaixo de um ônibus estacionado. Na troca de tiros, ninguém se feriu, conforme Urban. Na casa de Márcio, na viela das Flores, Jardim Nova Esperança, a polícia apreendeu mais uma arma: uma pistola calibre 380.

Pelo ataque aos GMs, os quatro foram indiciados por tentativa de homicídio, diz o delegado da DIG. Fábio e Alex já estavam presos pelo roubo à lanchonete. Márcio e Miguel também estão presos pelo flagrante do roubo ao posto. O grupo é suspeito de mais roubos em Sorocaba e teria envolvimento em outros tipos de crime, como o tráfico de droga. Márcio já esteve preso por homicídio e era conhecido por impor o “terror” no bairro.

Esta matéria foi acessada 888 vez(es).

Comentários

  • FERNANDO ANTONIO DE LIMA [ 12/01/2010 ]

    TUDO ISTO QUE ESTA ACONTECENDO HOJE, É FRUTO DO DESCASSO COM OS ÓRGÃOS DE SEGURÂNÇA, AS AUTORIDADES ACHAM QUE SÓ É MONTAR UMA BASE E ESTA TUDO RESOLVIDO E OS GUARDAS QUE SE VIREM, TERIA QUE TER MEDIDAS PREVENTIVAS PARA EVITAR ACONTECER, QUAL O CIDADÃO HOJE QUE TEM CORAGEM BASTANTE PARA PEDIR UMA INFORMAÇÃO TANTO DA GUARDA, DA PM OU DA POLÍCIA CIVIL SEM SENTIR UM POUCO DE MEDO DE PRESENCIAR UM ATAQUE? ATÉ QUANDO A POPULAÇÃO VAI SER REFÉM DA VIOLÊNCIA?

  • RICARDO FIDENCIO [ 11/01/2010 ]

    GMs não ficam na base, mas fazem rondas pelo bairro em viaturas. O horário em que a base está desativada vai das 22h às 8h do dia seguinte. esta informação nao condiz com a verdade a base e aberta 24 horas por dia mesmo que ficasse fechada seria alvo de vandalismo se com GMs ja vem sofrendo ataques sem GMs iriam demolir a base que na verdade e uma arapuca sem o minimo de proteção como ja se mostrou em ataques anteriores.

Comente a matéria

(Utilize este espaço somente para comentar a matéria desta página. Para outros assuntos, utilize o Espaço do Leitor localizado acima à direita)

Regras:
  • Os comentários não são publicados automaticamente;
  • É obrigatório o preenchimento de todos os campos do formulário;
  • Só serão aceitos comentários dos internautas com identificação completa,nome e sobrenome;
  • Comentários com ofensas e ataques pessoais, palavras de baixo calão ou ofensivas aos costumes e entidades, serão automaticamente excluídos;
  • Todos os comentários e questionamentos serão analisados pela redação do jornal on-line antes de uma possível publicação no site;
  • Os comentários podem ser editados;
  • A revisão dos comentários refere-se apenas ao conteúdo editorial, e não à gramática e ortografia;
  • Evite escrever em caixa-alta. Na internet, manifestar-se dessa forma é o mesmo que gritar;
  • Este espaço é destinado somente a comentários. Outros questionamentos, reclamações, etc, devem ser encaminhados à redação pelo “Espaço do Leitor”;
  • A análise e possível publicação dos comentários é feita entre 13h30 e 20h;
  • Aos sábados, domingos e feriados, devido ao esquema de plantão desta redação, os comentários podem não ser publicados. Nesse caso o leitor deve aguardar a possível publicação para o próximo dia útil;
  • Os comentários publicados no site são de responsabilidade de seus autores e não representam, necessariamente, a opinião do jornal.
Fonte: Cruzeiro do Sul

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela sua contribuição.
Inspetor Frederico

Onde Encontrar os Livros? Clik no Banner

Fale Conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
Cidade
Estado



http://www.linkws.com