Páginas

21 abril 2009

GM DE CAMPINAS/SP PARTICIPA DA CONFERÊNCIA VIRTUAL DE SEGURANÇA PÚBLICA E FALA DIRETO COM SECRETARIO SOBRE O FUTURO DESTAS INSTITUIÇÕES.


LEIA COM ATENÇÃO E VEJA PORQUE TEMOS QUE PARTICIPAR ATIVAMENTE DOS EVENTOS DE BRASILIA, TANTO A MARCHA AZUL MARINHO, O SEMINARIO E EM AGOSTO DA CONSEG.

GM DE CAMPINAS/SP PARTICIPA DA CONFERÊNCIA VIRTUAL DE SEGURANÇA PÚBLICA E FALA DIRETO COM SECRETARIO SOBRE O FUTURO DESTAS INSTITUIÇÕES.


Olá Naval, tudo bem?
Sou Douglas, GM de Campinas-SP

Participei do Chat com o Secretário Nacional de Segurança Pública, e veja:
Chat do Conseg de 08/04/2009 Secretário Nacional de Seguranla Pública Sr.
Ricardo Balestreri .
Pergunta: Qual sua Visão sobre as Guardas Municipais na Segurança Pública?
Ricardo Balestreri› Na ordem respondo sobre as Guardas. Pessoalmente defendo a idéia repetida 12 vezes no plano de Governo do Presidente Lula,
votado por mais de 50 milhões de Brasileiros, do ciclo completo de Polícia
para as Polícias Civil e Militar. Às Guardas Municipais penso que se deveria
reservar um papel mais significativo, inclusive dando as maiores e mais
estruturadas, não caráter de Ciclo Completo, mas o poder de Polícia sobre os
delitos de convivência, como por exemplo aqueles expressos nas Contravenções
ou Códigos Posturais. Com isto, respondo parcialmente a pergunta do Cel
Marlon, além do Guarda Municipal Douglas.
Pergunta

Sr. Secretário, o senhor acha que uma Corporação como a Guarda Municipal de
Campinas com o currículo compatível com as demais corporações, estruturada com
planos de cargos e carreiras, Corregedoria própria , com um sistema de
comunicação, monitoramento de Câmeras integradas, GPS e inteligência de
tecnologia “cinematográfica” única no Brasil, tecnologia essa do Exercito,
referência e visitada por polícias de outros Países (Cimcamp), com uma
história de combate ao crime positiva e pro-ativa, não poderia ter um papel
maior ou ser melhor aproveitada na Segurança Pública, como acontece em
outros Países?

Resposta
Ricardo Balestreri› Douglas, se este é o perfil, esta Guarda, como eu havia
dito, em um novo modelo em que há espaço para todos, poderia, ao meu ver
pessoal, exercer Poder de Polícia sobre, por exemplo: o campo das
contravenções, ajudando as demais Polícias a cuidarem de forma completa dos
seus tipos Penais específicos, como em qualquer País civilizado ocorreria.

Pergunta
Então se uma guarnição da GM uniformizada, treinada, armada em uma viatura
caracterizada fosse solicitada por um munícipe informando um CRIME em
andamento próximo, por exemplo, o que deveria fazer? Chamar a polícia?

Resposta
Ricardo Balestreri› Douglas, todo o cidadão, inclusive o Guarda, é
responsável por SP. Quanto a assunção institucional do Poder de Polícia, é
preciso juntar forças e mudar a Constituição. Contudo, o papel preventivo e
comunitário das Guardas e suas parcerias com as Polícias Ostensivas já é uma
realidade. Espero que esse quadro de importância cresca muito, é claro que
com critérios e normas claras. Vai depender de nós e, tomara que se expresse
na Conseg.
Fonte: www.guardasmunicipais.com.br - Por NAVAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigado pela sua contribuição.
Inspetor Frederico

Onde Encontrar os Livros? Clik no Banner

Fale Conosco

Assunto do contato
Nome
E-mail
Mensagem
Cidade
Estado



http://www.linkws.com